Lucca vê decisão em aberto após empate e jogo ‘de porrada’ em Montevidéu

Lucca vê decisão em aberto após empate e jogo ‘de porrada’ em Montevidéu

Por Meu Timão

Lucca possui um gol marcado na Libertadores e encontrou dificuldades no Uruguai devido à forte marcação

Lucca possui um gol marcado na Libertadores e encontrou dificuldades no Uruguai devido à forte marcação

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Apesar de não ter construído uma vantagem no placar, o resultado obtido na capital uruguaia não desanimou o elenco corinthiano, quem garante é o atacante Lucca. Sofrendo grande pressão durante os 90 minutos, o Timão soube se adaptar à pressão imposta pelo Nacional e agora necessita de uma vitória em casa na próxima partida para garantir a classificação.

Questionado sobre a partida, o atacante demonstrou otimismo para o jogo em São Paulo e destacou o foco da equipe, que não se abateu com as provocações dos jogadores uruguaios. “Está em aberto. Um jogo de muita competição, até às vezes de porrada, mas a gente igualou. Quando eles bateram em nenhum momento a gente baixou a guarda. Foi um jogo que teve dois cruzamentos, que era a jogada deles”, comentou.

Corinthians e Nacional voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira (04), às 21h45, na Arena Corinthians. Quem avançar, encara o vencedor do duelo entre Boca Juniors e Cerro Porteño nas quartas de final do torneio continental.

Veja Mais:

  • Corinthians volta a jogar nesta segunda pela Liga Nacional

    Corinthians encara 'reforçado' Sorocaba na primeira final da Liga Nacional

    ver detalhes
  • Craque do futsal do Corinthians, Leandro Lino deve jogar pelo Sorocaba em 2017

    Quatro campeões do Corinthians recebem proposta do Sorocaba e devem 'virar casaca' em 2017

    ver detalhes
  • Pelada registrada no Amapá, onde Caio presenciou o tradicional 'futilama'

    Do Amapá à Antártida: torcedor do Corinthians, fotógrafo percorre o mundo em busca de peladas

    ver detalhes
  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes