De olho no Corinthians, Nacional poupa jogadores em briga por liderança no Uruguai

De olho no Corinthians, Nacional poupa jogadores em briga por liderança no Uruguai

Por Meu Timão

Nacional luta pela liderança no Uruguaio

Nacional luta pela liderança no Uruguaio

Foto: Reprodução/Subrayado.com

O técnico Gustavo Munúa decidiu, de última hora, poupar parte dos titulares do Nacional na partida da noite deste sábado, contra o Sud América, pelo Campeonato Uruguaio. Com tal medida, o treinador preserva os principais atletas de seu plantel para o duelo da próxima quarta-feira, contra o Corinthians, na Arena, pelas oitavas de final da Libertadores.

Em relação ao time que encarou o Corinthians na última quarta, em Montevidéu, o Nacional tem cinco mudanças: além do suspenso zagueiro Polenta, os meias Romero, Barcia e Remírez e o atacante Fernández foram para o banco de reservas.

Assim, o Nacional foi escalado neste sábado com o seguinte time: Conde; Fucile, Victorino, Cabaco, Espino; Cabrera, Porras, González; Tabó, Léo Gamalho e Nico López.

Vale lembrar que a equipe uruguaia luta pela liderança do Torneio Clausura. Como o Plaza Colonia empatou mais cedo pela rodada, o Nacional pode assumir a liderança em caso de vitória sobre o Sub América.

Em tempo: o Peñarol venceu o Torneio Apertura e, portanto, o Nacional precisa terminar em primeiro lugar agora para forçar uma final contra o arquirrival pelo título do Campeonato Uruguaio 2015/16.

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes