Há 22 anos, Brasil perdia o ídolo e corinthiano fanático Ayrton Senna

69 mil visualizações 42 comentários

Por Meu Timão

Senna fazia questão de demonstrar seu amor pelo Timão

Senna fazia questão de demonstrar seu amor pelo Timão

Arquivo Placar

O dia 1 de maio de 1994 não marcou um fato triste somente para a nação brasileira ou apaixonados pela fórmula 1. O Corinthians também foi afetado com a morte de Ayrton Senna, perdendo um de seus torcedores mais apaixonados pelo clube. O piloto faleceu após bater seu carro no GP de Ímola, na Itália.

Amante fanático pelo Timão, Senna teve sua relação com o clube contada pela irmã, Viviane Senna. “Ele era apaixonado pelo Corinthians. Ele tinha a bandeira do Corinthians no quarto, na parede. Esse era o time do coração dele. O Corinthians, como é um time que sempre lutou muito para conseguir resultados, eu acho que tem uma afinidade muito grande com a luta pelas vitórias, pelo fato de não desistir nunca”, disse em entrevista para um documentário da Rádio CBN.

Viviane ainda agradeceu a Fiel pelo reconhecimento pelo irmão falou sobre o status de ídolo do clube. “Os corinthianos têm o Ayrton como uma pessoa querida para o time, foi uma ideia dele. Eu gosto muito de ver a cena com aquela enorme bandeira sendo aberta com a imagem do Senninha no estádio”, acrescentou.

Em sua página oficial do twitter, o Corinthians também prestou homenagem ao seu eterno ídolo.

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x