Torcida do Corinthians faz campanha pelo fim do grito de 'bicha' nas arquibancadas da Arena

Torcida do Corinthians faz campanha pelo fim do grito de 'bicha' nas arquibancadas da Arena

373 mil visualizações 435 comentários Comunicar erro

Gaviões incentiva torcida corinthiana a gritar em prol da equipe alvinegra

Gaviões incentiva torcida corinthiana a gritar em prol da equipe alvinegra

Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

A torcida do Corinthians iniciou uma campanha contra o grito de "bicha" nas arquibancadas da Arena. A ação partiu de um torcedor considerado da liderança da Gaviões da Fiel, de acordo com apuração do Meu Timão. O texto foi divulgado internamente, para parte da organizada, e alguns associados passaram a espalhar a mensagem em seus perfis em redes sociais nesta quarta-feira, horas antes de a bola rolar para o jogo entre Corinthians e Nacional, pela Libertadores – o estádio deve registrar seu recorde de público em jogos de clubes.

"Nossa torcida vem se adaptando a nossa nova casa e uma nova forma adotada nos setores Leste, Oeste e Sul de 'secar' o adversário nas cobranças de tiro de meta do goleiro adversário em todos os jogos é gritando 'ôôô bicha' (...) queremos acabar com isso", diz o comunicado.

"Vamos levar o Coringão para cima. Àqueles que assistirem aos jogos na Leste, Oeste e Sul, ao invés de gritar 'ôôô bicha' nas cobranças do goleiro visitante, vamos gritar 'vaaai, Corinthians' nas cobranças do goleiro do Timão, com intuito de torcer e empurrar o time para o ataque, assim deixamos de secar e empurramos o time pra vitória", completa.

Conforme citado em outra parte do texto, o grito homofóbico teve início em 2012, num jogo do Corinthians contra os mexicanos do Cruz Azul, no Pacaembu. A ideia da torcida, na época, era remeter ao hábito recorrente no México de os torcedores gritarem "ôôô puto". Tal expressão, em terras mexicanas, é popularmente associada a homossexuais e prostitutos.

Em 2014, ainda nos primeiros meses de utilização da Arena, o Corinthians chegou a ser alertado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva, nos bastidores, sobre o risco de uma punição por conta do comportamento homofóbico da torcida. "Ameaçado", o Timão emitiu um comunicado pedindo à Fiel que parasse com os gritos de "bicha", o que não ocorreu.

Vale ainda destacar que, nos últimos meses, o setor Norte, tomado pelas torcidas organizadas, vem sendo pioneiro na prática de coibir os gritos de "bicha" contra os goleiros adversários no momento do tiro de meta.

Nota da redação: Pouco mais de quatro horas após a publicação da matéria (18h38), o Meu Timão, a pedido da assessoria da Gaviões da Fiel, modificou a manchete de "Gaviões faz campanha pelo fim do grito de 'bicha' nas arquibancadas da Arena Corinthians" para "Torcida do Corinthians faz campanha pelo fim do grito de 'bicha' nas arquibancadas da Arena". A diretoria entende que, por se tratar de um comunicado interno, não é adequado creditá-la. A reportagem do Meu Timão reforça, contudo, que a mensagem partiu de uma pessoa tida como parte da liderança da organizada. O autor da nota pediu para não ser identificado.

Confira, abaixo, o comunicado na íntegra

Atenção Nação Corinthiana!


Nossa torcida vem se adaptando a nossa nova casa e uma nova forma adotada nos setores Leste, Oeste e Sul de "secar" o adversário nas cobranças de tiro de meta do goleiro adversário em todos os jogos, é gritando "ÔÔÔ BICHAA". Isso começou em um jogo da Libertadores em 2012 contra o Cruz Azul do México em alusão ao que eles fazem lá contra os visitantes e depois adaptado contra o São Paulo. Agora tornou-se algo incessante.

Pois bem, queremos acabar com isso, vamos levar o Coringão pra cima, para o POVÃO, aqueles que assistirem os jogos na LESTE, OESTE E SUL, ao invés de gritar "ÔÔÔ BICHA" nas cobranças do goleiro visitante, vamos gritar "VAAAAIII CORINTHIANS" nas cobranças do goleiro do Timão, com intuito de torcer e empurrar o time para o ataque, assim deixamos de secar e empurramos o time pra vitória.

Divulgue no seu Facebook, fale pra aquele Coringão que vai no jogo. Vamos todos contribuir por uma arquibancada melhor e um Coringão vitorioso.

Corinthians para sempre!

Veja Mais:

  • Carille comandou o último treino antes da final de domingo, contra o São Paulo

    Sem Urso e com jovens da base, Carille faz último treino e define relacionados para final

    ver detalhes
  • Há 16 anos, Fabinho era volante do Corinthians; hoje é auxiliar-técnico de Carille

    Do container à Disney, Fabinho relembra último título do Corinthians sobre o São Paulo no Paulista

    ver detalhes
  • Sub-17 goleia Santo André na Fazendinha, pelo Paulista

    Sub-17 do Corinthians goleia Santo André pelo Campeonato Paulista

    ver detalhes
  • André Luis entrou em campo quatro vezes pelo Corinthians

    Corinthians deve emprestar André Luis a time recém-criado da Série B do Brasileirão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes