Corinthians emite nota oficial e contradiz superintendente de marketing sobre NR

17 mil visualizações 136 comentários

Por Meu Timão

Contradição cria dúvida sobre os naming rights

Contradição cria dúvida sobre os naming rights

Rodrigo Coca - Agência Corinthians

Ao mesmo tempo em que os naming rights da Arena Corinthians parecem encaminhar para um desfecho, o assunto continua com mistérios e contradições. Nesta quarta-feira, pouco tempo depois de Gustavo Herbetta, diretor de marketing do clube, confirmar que as negociações estão sendo feitas com uma instituição financeira, o Timão emitiu uma nota oficial no seu site contradizendo o dirigente.

Em nota, o Corinthians esclarece informações sobre os Naming Rights em cinco tópicos, nos quais diz que muito do que se tem falado na imprensa “não traduz a plena realidade dos fatos” e reitera que o clube trata a negociação em sigilo para “alcançar os melhores resultados”.

A nota oficial do Timão soa como uma contradição ao seu diretor de marketing, um dos principais responsáveis pela negociação com a empresa que tem interesse em se vincular com a equipe e com o estádio corinthiano.

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, Herbetta confirmou que, pelo menos sobre a instituição financeira, as especulações da imprensa estavam corretas e que, inclusive, o clube tomou como inspiração o Racing, da Argentina, que em 2010 firmou acordo com uma banco e, juntos, adotaram uma “nova estratégia” de naming rights.

Veja a nota oficial do Corinthians

1- Muito tem se especulado sobre o tema nos diversos meios de comunicação, entretanto, a grande maioria do que tem sido colocado a público, não traduz a plena realidade dos fatos;

2- Trata-se de uma negociação em absoluto sigilo, por força legal, sendo que as partes envolvidas podem, inclusive, vir a ser responsabilizadas por eventuais descumprimentos;

3- Importante esclarecer que tudo tem sido feito, com a finalidade de se alcançar os melhores resultados pelo SCCP, incluindo, obviamente, a Arena Corinthians;

4- Tais especulações apenas e tão somente prejudicam um trabalho longo e sério que está sendo feito, ficando claro que a promitente cessionária dos Naming Rights não é uma instituição financeira;

5- Por fim, ressalta-se que o SCCP está seguindo todos os trâmites e procedimentos legais e contratuais necessários, para a correta celebração do negócio.

Veja Mais:

  • Boca Juniors vai pagar menos por casos de racismo do que Corinthians por infração a artigo que trata de propaganda no banco de reservas

    Conmebol multa Boca por racismo; valor é menor que pena ao Corinthians por propaganda no banco

    ver detalhes
  • Vítor Pereira foi anunciado há exatos três meses pelo Corinthians; seu primeiro jogo, porém, aconteceu dias depois

    Vítor Pereira completa três meses de Corinthians com 52.63% de aproveitamento; relembre trajetória

    ver detalhes
  • Caio Mello não faz mais parte do quadro de funcionários do Corinthians

    Fisioterapeuta deixa o Corinthians após mais de 13 anos

    ver detalhes
  • Abimael, à direita, assinou com o Corinthians por dois anos

    Corinthians acerta contratação de lateral-esquerdo ex-Palmeiras para o Sub-20

    ver detalhes
  • Fagner correu ao redor do gramado nesta segunda-feira, no CT Joaquim Grava

    Fagner inicia transição e elenco do Corinthians faz treino em casa após empate no Majestoso

    ver detalhes
  • Torcedor do Corinthians precisa parar de procurar problema onde não tem

    [Mayara Munhoz] Torcedor do Corinthians precisa parar de procurar problema onde não tem

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x