Após reunião na CBF, Tite faz alerta sobre necessidade de mudança no calendário

Após reunião na CBF, Tite faz alerta sobre necessidade de mudança no calendário

Por Lucas Mariano

Tite voltou a comandar o Corinthians após ser ausência na segunda-feira

Tite voltou a comandar o Corinthians após ser ausência na segunda-feira

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Após participar de um encontro de técnicos na CBF nesta segunda-feira, Tite voltou a São Paulo e comandou o treino do Corinthians na tarde desta terça. Em entrevista coletiva depois da atividade, o treinador contou que a mudança no calendário foi a principal reivindicação que ele fez à entidade máxima do futebol brasileiro.

“Muitas foram as situações e os enfoques. Mas quero deixar um bem claro, fazer um alerta, assim como deixei à direção da CBF. Direto: jogos com menos de 72 horas vão acarretar problemas físicos, vai ter atleta que vai estourar o joelho e o patrimônio do clube vai ser prejudicado. Jogo quinta e domingo é inconcebível e o nível técnico vai cair, a qualidade cai”, relatou Tite.

O comandante corinthiano ainda fez questão de deixar claro que sua avaliação não é uma crítica à Rede Globo, detentora dos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro. No entanto, para ele, a forma como o calendário é definido hoje está errada.

“Não estou falando contra a Rede Globo ou qualquer emissora que detenha os direitos da transmissão. É uma ideia. A ideia e o conceito estão errados. Primeiro se forma a grade, primeiro preserva-se o espetáculo, depois se adapta-se a outros aspectos, inclusive o comercial, os pontos do Ibope”, afirmou.

Tite ainda ressaltou a importância de se preocupar com a saúde dos atletas e, para enfatizar isso, citou Serginho, que faleceu em campo em outubro de 2014 quando defendia o São Caetano.

“Senão os processos são invertidos, a saúde o espetáculo ficam em segundo plano. É a busca da melhor qualificação do futebol. E tenho outra preparação que não vou carregar comigo. Não vou carregar comigo o peso de um problema sério, tal qual o Serginho faleceu. Eu não vou. E quero deixar isso bem claro, sob forma de sugestão. Monta-se grade antes, para depois a gente não vir chorar de problemas que venham acontecer. Tudo isso eu disse ontem, então me sinto a vontade. Que vocês avaliem”, concluiu.

Veja Mais:

  • Filha dá resposta sensacional ao pai palmeirense: 'Vai, Corinthians'

    Pai força garotinha a cantar música do Palmeiras, e ela surpreende com um 'Vai, Corinthians!'

    ver detalhes
  • Gaviões da Fiel se unirá as outras torcidas organizadas paulitas neste domingo

    Organizadas rivais de São Paulo se unem em evento no Pacaembu em homenagem à Chape

    ver detalhes
  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes