Agente teria invadido casa, batido em pai de jovem da base do Timão e ameaçado família de morte

Agente teria invadido casa, batido em pai de jovem da base do Timão e ameaçado família de morte

Por Meu Timão

Alyson Motta tem 16 anos e teria sido enganado pelo agente com quem trabalhava

Alyson Motta tem 16 anos e teria sido enganado pelo agente com quem trabalhava

Foto: Reprodução/Facebook

O escândalo envolvendo o jovem Alyson Motta, das categorias de base do Corinthians, ganhou um capítulo para lá de lamentável nesta quarta-feira. Conforme publicado pelo portal Lance!, o pai de Alyson, Wilson, acusou o agente Julio Polizeli de invadir a casa da família, na Zona Leste de São Paulo, agredi-lo e quebrar objetos pessoas.

"Fui surpreendido pelo Julio já na porta. Ele chegou me agredindo, dizendo que iria matar nós quatro e depois o Alyson", declarou Wilson ao portal, se referindo a sua esposa e os outros filhos.

Polizeli, em conluio com o ex-gerente da base alvinegra Fabio Barrozo e o conselheiro vitalício do clube Manoel Ramos Evangelista (Mané da Carne), teria vendido 20% dos direitos econômicos de Alyson de forma irregular. A família do jogador rompeu com o agente, que teria se irritado não apenas com a perda do cliente como também com o vazamento de seu nome na imprensa após o escândalo vir à tona.

De acordo com Wilson, a polícia militar chegou ao local a tempo de avistar a briga, mas tratou o caso como "desinteligência" e liberou o empresário. O pai de Alyson se deslocou para o 24º Distrito Policial da Ponte Rasa para registrar boletim de ocorrência.

O primeiro capítulo deste episódio ganhou destaque na imprensa há cerca de uma semana e meia. Alyson, hoje com 16 anos, teve 20% de seus direitos econômicos vendidos de forma irregular a Apaza. O investidor alega ter pagado 60 mil dólares, que teriam sido repartidos entre Barrozo, Mané da Carne e Polizeli, e não ter recebido sua parte em relação ao jovem jogador.

O Meu Timão, na última terça-feira, publicou uma reportagem mostrando que o caso Alyson é só a "ponta do iceberg" nos episódios de escândalo nas categorias de base do Corinthians.

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes