Investigado, vice isenta clube: 'Corinthians não tem nada a ver com isso'

Investigado, vice isenta clube: 'Corinthians não tem nada a ver com isso'

Por Meu Timão

Vice na chapa de Roberto de Andrade, André Negão assumiu o cargo no início de fevereiro de 2015

Vice na chapa de Roberto de Andrade, André Negão assumiu o cargo no início de fevereiro de 2015

Foto: Divulgação

Preso por porte ilegal de arma em março e levado coercitivamente a prestar depoimento na Polícia Federal por suposto envolvimento num esquema de propina da Odebrecht nas obras de construção da Arena Corinthians, André Luiz Oliveira, popularmente conhecido como André Negão. O vice-presidente do Corinthians concedeu entrevista ao portal Uol e declarou que sua intimação na polícia nada teve a ver com o clube ou o estádio.

André Negão entrou na mira da Política Federal durante investigações da Lava Jato que apontaram pagamento de R$ 500 mil de propina da Odebrecht a "Timão". Este seria o apelido de André Negão no esquema de corrupção.

"De Corinthians não me perguntaram nada (na Polícia Federal), por que vou dar esclarecimento ao Conselho? Não teve nada a ver com o Corinthians", afirmou André Negão, justificando o fato de não ter prestado depoimento no Conselho de Ética do clube.

"Nunca fui perguntado de estádio pela Polícia Federal. O Corinthians não tem nada a ver com isso. Me perguntaram algumas coisas e é notório que não posso ficar falando. Tem sigilo. Nem tenho o que falar", completou.

Apesar de ter seu nome envolvido nas investigações, André Negão segue exercendo o cargo de vice-presidente do Corinthians na gestão "Renovação & Transparência", comandada atualmente por Roberto de Andrade. Após os escândalos da Lava Jata chegarem às obras da Arena Corinthians, Andrés Sanchez, responsável pela construção do estádio, afirmou desconhecer qualquer irregularidade. Negão é é chefe de gabinete do deputado federal e ex-presidente do Corinthians.

Vale destacar que, nos bastidores, André Negão trabalha para ser o sucessor de Roberto de Andrade nas próximas eleições do clube na chapa de situação. De acordo com o Uol, ele também planeja se candidatar a vereador pelo PDT nas próximas eleições.

Veja Mais:

  • Pablo foi campeão paulista e brasileiro pelo Corinthians em 2017

    Corinthians volta a negociar com Pablo e pode contratá-lo para 2018, diz portal

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade botou panos quentes nas especulações envolvendo Scarpa e Henrique

    Presidente do Corinthians esfria possibilidade de contratar dupla do Fluminense para 2018

    ver detalhes
  • Kazim não deve permanecer no Corinthians em 2018

    Corinthians quer definir destino de Kazim nos próximos dias; chegada de Dutra deve atrapalhar turco

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos pode ser emprestado para outro clube em 2018

    Com chegada de reforço, Corinthians estuda empréstimo de Fellipe Bastos

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes