Ex-companheiro, Paulo André distribui elogios a Felipe e fala sobre momento do Timão

Ex-companheiro, Paulo André distribui elogios a Felipe e fala sobre momento do Timão

Por Meu Timão

Paulo André deixou o Corinthians em 2014, rumo ao futebol chinês

Paulo André deixou o Corinthians em 2014, rumo ao futebol chinês

Foto: Agência Corinthians

Atualmente no Atlético Paranaense, o zagueiro Paulo André, campeão mundial com o Corinthians em 2012, relembrou sua passagem pelo clube e analisou o crescimento de Felipe, uma das peças fundamentais do esquema tático de Tite e que pode deixar o Timão em breve.

Titular ao lado de Gil durante o período no Corinthians, Paulo André acompanhou de perto a evolução de Felipe e teve participação direta no aprimoramento da experiência do jovem através de seus conselhos. Companheiros de 2012 a 2014, ano em que o zagueiro deixou o Timão, Paulo André demonstrou felicidade com o atual momento do camisa 28 do Corinthians, além de evidenciar o potencial de Felipe.

"Fico muito feliz com a evolução que ele teve. Trato o Felipe quase como um filho. Dei muitos conselhos para ele no nosso dia a dia. Às vezes, eu o via desanimado, chateado com as dificuldades para executar aquilo que o Tite e nós mesmos esperávamos dele. Mas é um cara que nunca desistiu, que sempre mostrou potencial", disse em entrevista à Gazeta Esportiva.

Aos 27 anos, Felipe chegou ao Timão em 2012, depois de se destacar na temporada anterior defendendo as cores do Bragantino. O defensor assumiu a titularidade na equipe em 2014, logo após a saída de Anderson Martins e não saiu mais, desde então. Com 109 jogos pelo clube, Felipe possui oito gols marcados até o momento.

Além de falar a respeito de Felipe, Paulo André também analisou a atual situação do Corinthians, muito questionada após as duas eliminações no Campeonato Paulista e Libertadores. Conhecedor do trabalho de Tite, o zagueiro pediu paciência, reprovou as possíveis críticas e destacou o potencial do elenco corinthiano.

"Acho injusta toda a cobrança que estão fazendo ao Tite e ao Corinthians. É um time que trocou os seus principais jogadores e, meses depois, já estava sendo apontado como o melhor do Brasil de novo. É evidente que a torcida quer ganhar tudo. Trata-se de Corinthians. Mas devemos entender que aconteceu uma troca pesada no elenco e que esses jogadores necessitam de tempo para alcançar uma identificação com o clube. Não é fácil jogar lá", finalizou.

Veja Mais:

  • Auricchio (à dir.) passou a integrar diretoria da base do Corinthians

    Corinthians nomeia ex-diretor de futebol para cargo na base

    ver detalhes
  • Após 1 a 1 na Arena, Timão volta a campo contra São Paulo na tarde deste domingo

    Rival tropeça, e Corinthians pode diminuir distância para primeira colocação geral

    ver detalhes
  • Carille não confirmou a equipe titular que enfrenta o São Paulo

    Rodriguinho não treina e Balbuena volta: veja provável escalação do Corinthians para o Majestoso

    ver detalhes
  • Em rede social, Kazim responde Gabriel: 'Pra cima dos bambis'

    Em rede social, Kazim provoca São Paulo antes de clássico: 'Pra cima dos bambis'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes