Pivô de escândalo na base diz que foi ameaçado de morte após divulgação do caso

8.9 mil visualizações 51 comentários

Por Meu Timão

Alyson Motta tem 16 anos e teria sido enganado pelo agente com quem trabalhava

Alyson Motta tem 16 anos e teria sido enganado pelo agente com quem trabalhava

Reprodução/Facebook

O mais novo escândalo das categorias de base do Corinthians segue ganhando novos capítulos na Justiça. A reportagem do jornal Folha de S. Paulo teve acesso aos depoimentos do jovem Alyson Motta, de 16 anos, e da advogada do atleta concedidos à Justiça. Na conversa, o jogador pivô da polêmica alega ter sido ameaçado de morte por Julio Cesar Polizeli, seu ex-empresário.

"Julio passou a ameaçar a vida da vítima e seus familiares, dizendo que se o fizesse realmente iria matar todos", afirmou o jogador, se referindo à pressão imposta por Julio após o atleta romper com o agente.

Polizeli, em conluio com o ex-gerente da base alvinegra Fabio Barrozo e o conselheiro vitalício do clube Manoel Ramos Evangelista (Mané da Carne), teria vendido 20% dos direitos econômicos de Alyson de forma irregular ao empresário Helmut Niki Apaza. Este, por sua vez, afirma ter sido enganado e ameaça entrar na Justiça contra o Corinthians.

Na semana passada, Wilson Motta, pai de Alyson, registrou boletim de ocorrência no 24º Distrito Policial da Ponte Rasa. Ele afirma que Julio invadiu a casa da família, o agrediu, quebrou objetos e gritou "eu vou matar todos vocês", conforme consta no B.O..

Há duas semanas, Alyson entrou na Justiça contra o Corinthians. A intenção é conseguir a liberação do clube e portanto a quebra do contrato de formação sem o pagamento de R$ 9 milhões exigidos pelo clube. A ação também fala em danos morais e pede R$ 200 mil ao Timão. O jogador vem treinando separadamente desde o vazamento do escândalo.

"Com o escândalo, os 'urubus' alçaram seu voo e a entidade de prática desportiva em questão resolveu a seu bel prazer punir, indevidamente, a parte hipossuficiente da relação contratual, qual seja, o atleta", alegou a advogada de Alyson, Gislaine Nunes, à Justiça.

Alyson

LINKAR todo o caso, é muito sério e não pode faltar nenhum detalhe;

Veja Mais:

  • Duelo teve muita luta e poucas chances de gol

    Corinthians cria pouco e fica no empate sem gols na primeira final do Campeonato Paulista

    ver detalhes
  • Cássio recebe a maior nota dos leitores do Meu Timão após Dérbi sem gols

    Cássio 'se salva' e é o melhor do Corinthians em noite de avaliações ruins; meia é o pior

    ver detalhes
  • VÍDEO: Corinthians x Palmeiras | Ao vivo | Final do Campeonato Paulista 2020

    ver detalhes
  • Tiago Nunes analisou o Dérbi desta quarta-feira

    Tiago Nunes aponta equilíbrio em primeira final e projeta jogo de volta: 'Decidida no detalhe'

    ver detalhes
  • Luan foi o jogador mais criticado pela torcida nas redes sociais

    Torcida do Corinthians critica Tiago Nunes, questiona Luan e pede mudança para segunda final

    ver detalhes
  • Atacante Jô durante jogo contra o Palmeiras, pela final do Paulistão 2020

    Final entre Corinthians e Palmeiras bate recorde de audiência após paralisação

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: