Arena completa dois anos com show da Fiel, mas muitas contas a pagar

Arena completa dois anos com show da Fiel, mas muitas contas a pagar

Por Meu Timão

Arena Corinthians ainda não tem perspectiva de quando será inteiramente paga

Arena Corinthians ainda não tem perspectiva de quando será inteiramente paga

Foto: Meu Timão

Há exatos dois anos o Corinthians dava o pontapé inicial na primeira partida oficial de sua nova casa. De lá para cá, o Timão disputou 68 partidas no estádio e entra no terceiro ano de utilização da Arena com média próxima de 33 mil torcedores por jogo. Já foram arrecadados com bilheteria R$ 138 milhões, sendo R$ 79 milhões líquidos (descontando as despesas). Tais informações foram publicadas pelo jornal Folha de S. Paulo na semana passada e atualizados pelo Meu Timão após a partida contra o Grêmio, no último domingo.

Os números chamam atenção pelo sucesso que o estádio vem fazendo entre os torcedores do Corinthians. Estes vêm cumprindo com a expectativa do clube e fazendo sua parte para que Andrés Sanchez e companhia consigam cumprir os acordos com o Governo e pagar os empréstimos que possibilitaram a construção do estádio. O mesmo, no entanto, não pode ser dito acerca da cúpula responsável pelas negociações que envolvem a Arena.

O Meu Timão publicou matéria, no início de abril, mostrando que o início do "tour da Arena" completava cinco meses de atraso. O clube não quis se manifestar. E ainda não anunciou novidades a respeito da visitação, que em breve completará sete meses de expectativas frustradas. A prática de fazer visitas guiadas com grupos de turistas ou torcedores e comum nos principais estádios da Europa e em alguns do Brasil, como o Allianz Parque, do arquirrival Palmeiras. Trata-se de uma forma de arrecadar dinheiro em dias sem jogos.

No que diz respeito ao naming rights da Arena, mais novela. No último domingo, Andrés Sanchez, ex-presidente do clube e homem-forte por trás da construção do estádio, convocou entrevista coletiva antes do jogo entre Corinthians e Grêmio e, ao ser questionado sobre as negociações dos direitos nominais do estádio, voltou a falar que o anúncio está próximo. Tal promessa vem sendo feita desde fevereiro de 2012, há mais de quatro anos portanto.

"O naming rights do estádio está muito próximo. Presidente nos próximos dias vai anunciar. Uma grande festa na Arena. Mas a gente tem que saber que é uma coisa nova no Brasil, está atrasado dois anos e meio realmente, mas é uma coisa muita grande e que envolve muitas coisas", afirmou o cartola, que garante não ter mais ligação oficial com o clube.

Se de fato o anúncio estiver próximo desta vez, são mais R$ 400 milhões entrando no fundo de investimento que administra as contas do estádio. Justando com R$ 79 milhões da Fiel, já seriam R$ 479 milhões de um total de R$ 1,2 bilhão que foi gasto com a construção. Há, por outro lado, os CIDs, que são certificados que podem ser vendidos pelo Corinthians em troca de isenção de impostos aos interessados em comprar os papéis. Andrés afirma que os R$ 420 milhões previstos inicialmente pela Prefeitura valorizaram e já estão na casa dos R$ 490 milhões. Destes, R$ 26 milhões "já" foram comprados.

Fato é que o Corinthians tem 12 anos para pagar R$ 1,2 bilhão pela construção de seu (já não tão) novo estádio. Andrés Sanchez garante constantemente não estar preocupado e portanto ter certeza de que o pagamento será feito sem problemas. É pagar e ver. Ou pagar para ver.

Veja Mais:

  • Auricchio (à dir.) passou a integrar diretoria da base do Corinthians

    Corinthians nomeia ex-diretor de futebol para cargo na base

    ver detalhes
  • Após 1 a 1 na Arena, Timão volta a campo contra São Paulo na tarde deste domingo

    Rival tropeça, e Corinthians pode diminuir distância para primeira colocação geral

    ver detalhes
  • Carille não confirmou a equipe titular que enfrenta o São Paulo

    Rodriguinho não treina e Balbuena volta: veja provável escalação do Corinthians para o Majestoso

    ver detalhes
  • Em rede social, Kazim responde Gabriel: 'Pra cima dos bambis'

    Em rede social, Kazim provoca São Paulo antes de clássico: 'Pra cima dos bambis'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes