Corinthians é punido por depósito ilegal de lixo e terá que desembolsar cerca de R$ 2 milhões

Corinthians é punido por depósito ilegal de lixo e terá que desembolsar cerca de R$ 2 milhões

Por Meu Timão

Corinthians deve recorrer ao caso e terá direito de defesa durante 30 dias

Corinthians deve recorrer ao caso e terá direito de defesa durante 30 dias

Foto: Reprodução

O Corinthians será advertido, dentro dos próximos dias, pela prefeitura de São Paulo devido à realização de depósito ilegal de lixo no ano de 2014. O valor da multa, avaliado em quase R$ 2 milhões, foi definido no início deste mês e passou por aprovação da Vara das Execuções Fiscais Municipais.

Ainda sem a divulgação do local e da data precisa do episódio que resultou a punição, o valor cobrado pelo município é estipulado em R$ 1.866.402,89, conforme noticiado pelo portal da ESPN. Somando os 10% de honorários, o custo fica próximo de R$ 2 milhões.

No documento de aviso prévio, autorizado pelo procurador do município de São Paulo e chefe da procuradoria de inscrição e ajuizamento, Clóvis Faustino da Silva, o Corinthians teria sido notificado "pela deposição de resíduos sólidos sem as devidas autorizações."

Após ser oficialmente advertido, o clube terá o prazo de 30 dias para apresentar sua defesa no caso.

Veja Mais:

  • Anderson Martins, Leandro Castán e Enzo Roco foram especulado no Corinthians

    Com 50% dos votos, zagueiro é escolhido pela Fiel entre os especulados no Corinthians

    ver detalhes
  • Balbuena saiu lesionado do jogo contra o Vitória, na Fonte Nova

    Balbuena diminui prazo para retorno ao Corinthians, e empresário fala em acordo por ida à Europa

    ver detalhes
  • Zagueiro Pablo está recuperado e deve reforçar Timão no domingo

    Titular retorna, e Carille esboça escalação do Corinthians para duelo com Atlético-GO

    ver detalhes
  • Mendoza segue a rotina de treinos durante a semana e folga aos finais de semana

    Clube colombiano demonstra interesse em Mendoza; Corinthians já tem decisão tomada

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes