Corinthians muda esquema tático e vence a Ponte com autoridade na Arena

Corinthians Corinthians 3 x 0 Ponte Preta Ponte Preta

Brasileirão 2016

Corinthians muda esquema tático e vence a Ponte com autoridade na Arena

Por Meu Timão

Marquinhos Gabriel e Bruno Henrique comemoram gol contra a Ponte Preta

Marquinhos Gabriel e Bruno Henrique comemoram gol contra a Ponte Preta

Foto: Reprodução

Sem nunca ter perdido para a Ponte Preta na Arena Corinthians, o Timão recebeu a equipe campineira nesta quinta, às 11h. A partida, válida pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, marcou a estreia do Corinthians no horário e a mudança tática promovida por Tite.

Há cerca de um mês sem vencer - e enfrentando um time que vinha de uma sequência de oito jogos sem derrota - o Timão precisava de uma mudança radical. Por essa razão, o treinador corinthiano finalmente abriu mão do esquema tático que levou a equipe ao título em 2015.

O tradicional 4-1-4-1 foi substituído pelo 4-2-3-1, com a entrada de Cristian no lugar de Elias (atualmente servindo a Seleção Brasileira), Luciano na vaga de André (sacado por questões técnicas) e Vilson no lugar de Balbuena (convocado para a seleção paraguaia). A mudança no gol, realizada no jogo passado, também prevaleceu e Walter foi o titular.

Assim, o Timão entrou em campo com Walter no gol, Fagner e Uendel nas laterais, a dupla Felipe e Vilson na zaga; os volantes Bruno Henrique e Cristian; meio campo ofensivo formado por Giovanni Augusto, Marquinhos Gabriel e Guilherme; e, no ataque, Luciano.

Primeiro tempo

O Corinthians se adaptou facilmente ao novo esquema tático e mostrou superioridade no primeiro tempo da partida. A Ponte, agredida, se fechou no campo defensivo e dificultou muito a chegada do ataque corinthiano.

Mesmo com a dificuldade, não demorou muito para o Timão furar o bloqueio e abrir o placar - aos 14 minutos do primeiro tempo. O gol veio de jogada de linha de fundo, quando Marquinhos Gabriel cruzou a bola na pequena área, e contou com o desvio de Kadu para abrir o placar.

O gol não diminuiu o esforço corinthiano, que continuou atacando e dando trabalho para o goleiro João Carlos. A Ponte Preta esboçou uma reação, tentando pressionar a saída de bola do Corinthians, que com tranquilidade trocava passes e não sucumbiu à pressão.

Por isso, aos 20 minutos, a equipe que ditava o ritmo do jogo conseguiu ampliar o placar. Com um golaço de Bruno Henrique, que pegou de primeira pra chutar uma bomba indefensável contra as traves de João Carlos. Antes do fim da primeira etapa, ainda houve um pênalti não marcado para o Timão, que saiu com a vantagem para o intervalo.

Segundo tempo

No segundo tempo, com a desvantagem no placar, a Ponte Preta mudou a sua estratégia de jogo. Antes recuada, a equipe saiu mais para o ataque e chegou a incomodar o Corinthians no começo da etapa.

A defesa, porém, se mostrou firme e não deixou que a equipe de Eduardo Baptista crescesse em campo. Apesar disso, a etapa rendeu cartões amarelos para o setor defensivo: Vilson, Cristian e Bruno Henrique saíram de campo advertidos.

Sentindo o cansaço da equipe, Tite iniciou as mudanças. Aos 30 minutos, Giovanni Augusto deu lugar à Marlone. Uendel, acusando dores, deixou o campo para a entrada de Guilherme Arana. E a última mudança, foi André, que, muito vaiado, entrou em campo no lugar de Luciano.

As mudanças surtiram efeito, e a equipe mais descansada voltou a agredir a Ponte Preta. Assim, aos 34 minutos, Guilherme marcou o terceiro e último tento do Corinthians na partida. Após o gol, Bruno Henrique saiu de campo na maca, mas, sem direito à substituições, o jogador voltou ao jogo mancando.

Com o resultado, o Corinthians finalmente conseguiu a primeira vitória no Brasileirão e enfim avança na tabela de classificação. O próximo jogo da equipe, no domingo, acontece contra o Sport novamente às 11 horas da manhã.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida entre Corinthians e Ponte Preta

  • 1000 caracteres restantes