Em rede social, Corinthians deixa mensagem de repudio à violência contra mulheres

Em rede social, Corinthians deixa mensagem de repudio à violência contra mulheres

Por Meu Timão

3.7 mil visualizações 41 comentários Comunicar erro

O Corinthians, mais uma vez, se posicionou contra as injustiças ocorridas no universo fora do futebol. Na manhã deste sábado, o clube postou uma mensagem em relação à campanha que reprova qualquer tipo de violência ou assédio em mulheres. O ato ganhou força após uma jovem ser estuprada por mais de 30 homens no Rio de Janeiro.

Por meio de uma de suas redes sociais, o Timão repudiou ações contra às mulheres e ressaltou o direito de liberdade, relatando com fotos de corinthianas presentes na Arena: “Lugar de mulher é onde ela quiser. Ela se veste como quiser! Tolerância zero à violência à mulher #EstuproNuncaMais”

Como de costume, o Corinthians busca divulgar campanhas, além de se solidarizar com o intuito de atingir e conscientizar grande parte dos torcedores. No última partida do Timão, na vitória por 3 a 0 sobre a Ponte Preta, uma ação em prol da ONG “Mães em Luta”, que presta auxilio a parentes de crianças desaparecidas, foi realizada antes da bola rolar na Arena Corinthians.

Confira a mensagem publicada pelo Timão

Veja Mais:

  • Ramiro possui contrato com Grêmio até 2021; Timão contatou pai do atleta

    Corinthians consulta pai de Ramiro, do Grêmio, e mostra interesse no meia

    ver detalhes
  • Corinthians e São Paulo se enfrentaram pelas quartas de final da Copa RS

    Corinthians é derrotado pelo São Paulo nos pênaltis e dá adeus à Copa RS de 2018

    ver detalhes
  • CT da Base já está sendo utilizado pelas equipes sub-15, sub-17 e sub-20; gramados estão prontos

    Corinthians define duas etapas de finalização das obras do CT da base; orçamento é de R$ 25 milhões

    ver detalhes
  • Arthur, agora ex-Corinthians, em ação contra o rival São Paulo; atleta está livre

    Corinthians dispensa atacante de 17 anos que marcou nove gols em 2018

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes