Giovanni Augusto pede que Timão encare o Santos como se fosse uma final

Giovanni Augusto pede que Timão encare o Santos como se fosse uma final

Por Lucas Mariano

Giovanni Augusto disse que atual situação do Santos pode tornar o jogo ainda mais difícil

Giovanni Augusto disse que atual situação do Santos pode tornar o jogo ainda mais difícil

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Sem vencer nas duas primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro, o Corinthians emplacou duas vitórias consecutivas nas últimas rodadas e se reergueu na competição. Diante do clássico contra o Santos, na próxima quarta-feira, Giovanni Augusto disse que os resultados aumentam a confiança, mas que é preciso atenção para tentar manter a sequência.

“Acho que nossa equipe está tendo uma regularidade, é importante nesse campeonato, que é muito difícil. Quando conseguimos fazer bons jogos, a confiança aumenta. Conseguimos assimilar a derrota, superá-la e fizemos dois bons jogos contra duas equipes de muita qualidade. Agora é continuar dando sequência e não ficar na zona de conforto para não ser surpreendido”, prevendo um jogo difícil na quarta, mesmo o rival tendo desfalques importantes.

“Jogadores que estão fora fazem diferença, mas praticamente o mesmo time que vamos jogar na quarta-feira foi o time que nos derrotou no Paulista. Então temos que estar ligados. Temos que entrar 100% para não sermos surpreendidos”, completou.

Além de importantes jogadores do time titular terem sido convocados, o Santos é apenas o 12º colocado do Brasileirão, com uma vitória, um empate e duas derrotas. Minimizando que o rival não vença há dois jogos, o meia do Timão disse que a situação deixa o Corinthians ainda mais em alerta.

“Com certeza a equipe deles vai estar com sangue nos olhos para sair dessa situação. Com certeza estão enfrentando uma pressão e sabem que pode piorar se perderem. Então temos que estar ligados porque praticamente vai ser uma final para o Santos”, avaliou.

Além de comentar a situação do rival, Giovanni Augusto destacou como mais uma vitória, desta vez em um clássico, pode ser importante para ajudar no dia a dia do clube do Parque São Jorge.

“Temos que pensar em vencer sempre. Tratando de um clássico é sempre bom vencer. Temos que entrar como se fosse final de campeonato porque é um jogo que faz a diferença, muda nosso dia a dia e vamos entrar para fazer nosso melhor. Se Deus quiser, vamos sair com a vitória”, concluiu.

Veja Mais:

  • Carille deve repetir a escalação utilizada na partida contra o Grêmio

    Titulares treinam e Carille esboça escalação do Corinthians contra o Botafogo

    ver detalhes
  • Pedrinho ainda trabalha para recuperar forma física ideal

    Irmã de Pedrinho revela anemia de jogador em conversa nas redes sociais; Corinthians explica

    ver detalhes
  • Carille não nega mudanças no time titular do Corinthians para enfrentar o Botafogo

    Carille confirma possibilidade de mudança, mas pontua: 'Não sou de desistir de jogador'

    ver detalhes
  • As meninas do Corinthians/Audax entram em campo neste sábado, às

    Corinthians/Audax faz jogo único contra Colo Colo por título inédito na Libertadores Feminina

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes