Autor de marchinha 'Transplante Corinthiano' morre aos 86 anos; ouça a música

Autor de marchinha 'Transplante Corinthiano' morre aos 86 anos; ouça a música

Por Meu Timão

Da esquerda para a direita: Ruth, Silvio Santos e Manoel

Da esquerda para a direita: Ruth, Silvio Santos e Manoel

Foto: Reprodução

Autor de uma das músicas mais icônicas dos quase 106 anos de história do Corinthians, o compositor Manoel Ferreira morreu aos 86 anos na noite desta terça-feira, em Santos. Ele estava internado no hospital Sociedade Portuguesa de Beneficência diagnosticado com insuficiência renal.

Manoel Ferreira, que compunha suas músicas em parceria com a esposa Ruth Amaral, ficou conhecido pela torcida do Corinthians pela marchinha "Transplante Corinthiano". A música foi eternizada na voz do apresentador Silvio Santos.

Em entrevista concedida ao G1 em 2009, Ruth confessou que, apesar de a dupla ter composto sucessos como "A bruxa vem aí", "Pipa do vovô", "Gigi" e "Me dá um gelinho", a música "Transplante Corinthiano" era a preferida de Manoel Ferreira.

Por meio de seu site oficial, o Timão escreveu uma nota de pesar. "O Sport Club Corinthians Paulista agradece a Manoel Ferreira pela bela homenagem feita ao clube por meio da música e deseja força à família neste momento tão difícil", diz o comunicado.

Confira a letra de 'Transplante Corinthiano'

Doutor, eu não me engano,
Meu coração é corinthiano!
Doutor, eu não me engano,
Meu coração é corinthiano!

Eu não sabia mais o que fazer
Troquei o coração cansado de sofrer.
Ai! Doutor, eu não me engano,
Botaram outro coração corinthiano.

Veja Mais:

  • Artilheiro do Brasileirão com 18 gols, Jô está escalado

    Corinthians é escalado com seis mudanças para clássico diante do Flamengo

    ver detalhes
  • Com Balbuena e Jô, Timão tenta engatar 5ª vitória consecutiva no Brasileirão

    Com novas motivações, Corinthians encara Flamengo em primeiro teste como heptacampeão

    ver detalhes
  • Antes doo Dérbi, mais de 30 mil corinthianos apoiaram os jogadores alvinegros

    Diretor se anima com chance de mais treinos abertos na Arena: 'Talvez antes do próximo jogo'

    ver detalhes
  • Vágner Love foi quem marcou no empate decisivo para sagrar o título do Corinthians

    Há dois anos, Corinthians garantia hexa do Brasileirão com empate no Rio de Janeiro

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes