Com propostas, Petros imagina: 'Corinthians ainda vai ganhar dinheiro comigo'

278 mil visualizações 125 comentários

Por Meu Timão

Petros comemora um dos seus quatro gols pelo Corinthians

Petros comemora um dos seus quatro gols pelo Corinthians

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Pouco menos de um ano após deixar o Corinthians, Petros já projeta uma espécie de retorno financeiro ao clube que o projetou nacionalmente. Em alta na Espanha, o meia vê possibilidade de ser negociado nas próximas semanas, o que renderia dinheiro ao Timão.

Titular absoluto no Betis, Petros teria propostas de clubes como Celta, Valência e uma equipe do Oriente Médio. Ao vendê-lo por R$ 5,6 milhões, o Corinthians manteve 25% dos direitos econômicos. Como o próprio jogador imagina estar valendo mais de R$ 40 milhões, é possível que os cofres do Timão recebam uma generosa quantia de ao menos R$ 10 milhões.

"Eu estava há praticamente dois anos sem férias, então, assim que a temporada acabou, vim para o Brasil. Mas retorno a Sevilha no dia 4 de julho para resolver essa questão. Ainda tenho mais três anos de contrato com o Betis e sei que mais uma temporada do mesmo nível seria importante para o futuro da minha carreira", disse, em entrevista ao jornalista Jorge Nicola.

"O Corinthians tem 25%, o Fernando Garcia também, enquanto o Betis é dono dos outros 50%. Dá para imaginar que o Corinthians ainda vai ganhar dinheiro comigo", completou.

Fato é que Petros é bastante grato ao Corinthians pelas portas que lhe foram abertas em 2014, quando despontou com a camisa do Penapolense. Hoje em dia, por exemplo, ele segue ligado nos jogos do Timão, mesmo que o fuso horário não ajude.

"Sou apaixonado por futebol e, quando vou assistir a algum jogo do Brasil, sempre vejo o do Corinthians. Minha mãe fica louca comigo, porque Sevilha está cinco horas à frente no fuso-horário e vou dormir às 5h da manhã por causa do Corinthians. Aí, às 8h tem treino", contou.

Empolgado com sua primeira temporada no futebol europeu, Petros não tem pretensão de voltar tão cedo ao futebol brasileiro. Quanto retornar, contudo, já sabe qual será a prioridade:

"Não tenho pretensão de voltar agora, mas no futuro, se puder escolher, irei para o Corinthians. Só não vou ser hipócrita de dizer que não jogo em outro clube, porque, se o Corinthians não me quiser, serei profissional. Não posso ficar parado."

Veja Mais:

  • Essa é a única certeza do Corinthians pós-paralisação

    [Vitor Chicarolli] Essa é a única certeza do Corinthians pós-paralisação

    ver detalhes
  • Mesmo fechado devido à pandemia, Parque São Jorge já respira as eleições de novembro

    Conselho de Orientação do Corinthians marca nova reunião, que é postergada na sequência

    ver detalhes
  • Clube deu passo importante para as eleições de novembro

    Corinthians define comissão eleitoral para eleições presidenciais de novembro

    ver detalhes
  • Vampeta durante partida comemorativa dos 20 anos do Mundial de 2000

    Vampeta diz que falta jogador corajoso no Corinthians e destaca jovem emprestado ao CRB

    ver detalhes
  • Ex-jogador explica protesto por Marielle em título do Corinthians

    VÍDEO: Ex-jogador explica protesto por Marielle em título do Corinthians

    ver detalhes
  • Nos bastidores, Parque São Jorge já respira as eleições que estão marcadas para o mês de novembro

    Mais uma chapa de oposição do Corinthians pede esclarecimentos da operação financeira de Pedrinho

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: