Contrato de 'ex-promessa' chega ao fim; Timão gastou R$ 10 milhões em cinco anos

Contrato de 'ex-promessa' chega ao fim; Timão gastou R$ 10 milhões em cinco anos

Por Meu Timão

16 mil visualizações 114 comentários Comunicar erro

Renan foi comprado por R$ 5 milhões do Avaí e foi pouco aproveitado no Timão

Renan foi comprado por R$ 5 milhões do Avaí e foi pouco aproveitado no Timão

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Um dos negócios mais frustrados dos últimos anos do Corinthians tem seu capítulo final nesta segunda-feira. O contrato do goleiro Renan, ex-Avaí, com o Timão chegou ao fim.

Hoje com 26 anos, o arqueiro foi contratado pelo Corinthians em junho de 2011 com status de promessa. Destaque em Santa Catarina, ele havia sido convocado para a Seleção Brasileira em 2010 e estava na mira de clubes como Benfica, de Portugal.

Após apenas três jogos como profissional do Corinthians, no entanto, Renan nunca mais voltou a atuar pela equipe alvinegra. Foi desbancado por Júlio César e, após amargar meses na reserva, acabou emprestado ao longo dos demais anos de vínculo com o Timão.

"Eu não sei te falar porque o Corinthians nunca mais quis me usar. Fico sem resposta. A partir do momento em que você é contratado por uma empresa, não pode ter uma única oportunidade de mostrar o seu valor. Eu não estava ali por acaso, então não sei porque nunca tive uma segunda chance. Respeito as decisões que foram tomadas, mas eu não pedi para me contratarem", declarou o goleiro, em entrevista concedida ao portal Lance!.

Em cinco anos como goleiro do Corinthians, Renan foi emprestado a Vitória, Estoril (Portugal), Guarani, Botafogo-SP, Bragantino, Caxias e Tigres-RJ. Nesta última equipe, parceira do Timão, ele disputou o Campeonato Carioca de 2016.

Contratado por R$ 5 milhões pelo Corinthians após despontar pelo Avaí, Renan tinha salário de R$ 80 mil nessas últimas cinco temporadas. O Timão, portanto, desembolsou cerca de R$ 10 milhões por um goleiro que atuou em três jogos com a camisa do clube.

"No meu pensamento se eu tivesse uma sequência maior no Corinthians talvez as coisas poderiam ser diferentes, mas o destino quis assim. Tenho que aceitar as decisões do Tite, que é um cara que admiro, respeito, é vencedor. Temos que aceitar, porque manda quem pode e obedece quem tem juízo", opinou Renan.

Veja Mais:

  • Corinthians de Ralf já respira mais tranquilo na luta contra a parte de baixo da classificação

    Jogos de domingo chegam ao fim, e Corinthians dobra distância para o Z4; veja classificação

    ver detalhes
  • Ándrés Sanchez aparece do lado do presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, e Ronaldo

    Presidente do Corinthians se reúne com presidente do Real Madrid em passagem pela Espanha

    ver detalhes
  • Avelar teve atuação contestada pela torcida após jogo desse sábado contra o Vasco

    Avelar admite queda de rendimento, lista possíveis motivos e diz que pode melhorar no Corinthians

    ver detalhes
  • Árbitro Wilton Pereira Sampaio foi bastante requisitado no tenso duelo entre Corinthians e Vasco

    Árbitro relata em súmula tentativa vascaína de intimidação na Arena Corinthians; entenda

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes