Liderança do Timão no BR-16 por disciplina é 'prêmio' à filosofia de Tite. Entenda!

Liderança do Timão no BR-16 por disciplina é 'prêmio' à filosofia de Tite. Entenda!

Por Meu Timão

3.6 mil visualizações 42 comentários Comunicar erro

Tite exige que os jogadores treinem sem caneleiras

Tite exige que os jogadores treinem sem caneleiras

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Corinthians assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro ao término da última rodada por ser mais disciplinado do que o Grêmio, vice-líder. Empatados em número de pontos, vitórias, saldo e gols-pró, paulistas e gaúchos diferem no número de cartões, critério no qual o Timão leva vantagem. E esse primeiro lugar (ainda provisório, haja vista que restam 32 rodadas para o fim do torneio) soa como prêmio simbólico ao técnico Tite e a sua filosofia de jogo limpo.

Tite tem como uma de suas principais marcas a disciplina. No ano passado, enquanto jornalistas e torcedores enalteciam o número de vitórias, de gols sofridos e feitos, de aproveitamento como mandante e visitante, o treinador sempre fez questão de destacar o baixo número de faltas da equipe. Não à toa, o Corinthians recebeu o Prêmio Fair Play no Brasileirão de 2015, como time menos faltoso da competição.

"Dá pra vencer sendo o melhor sem cusparada. Dá pra ser o melhor e ser mais disciplinado", destacou o comandante alvinegro na ocasião.

E o feito de Tite foi repetido no Paulistão desse ano. Dessa vez sem o título, o Corinthians pôde ao menos se gabar de ter recebido o Prêmio Fair Play. Aliás, tal troféu, que existe desde 1995, foi vencido quatro vezes pelo Timão, e em três dessas oportunidades a equipe estava sob comando de Tite: 2011, 2013 e agora 2016.

Tite leva tão a sério a questão disciplinar que passou a exigir de seus jogadores que treinem sem caneleira. Trata-se de uma estratégia para acostumar os atletas do Corinthians a sempre medirem a intensidade necessária antes de entrar numa dividida, presando pelo espetáculo e pela saúde dos profissionais.

Ou seja, a liderança do Corinthians no Brasileirão é merecida. E vai muito além de uma mera questão de quantidade de cartões.

Veja Mais:

  • Carille retornou da Arábia Saudita para assumir o Corinthians em 2019

    Com festa da Fiel, Carille desembarca no Brasil e fala pela primeira vez sobre retorno ao Timão

    ver detalhes
  • Sornoza fez boa temporada no Fluminense; meia já foi finalista da Libertadores com o Independiente del Valle

    Sem envolver jogadores, Corinthians e Fluminense chegam a acordo por transferência de Sornoza

    ver detalhes
  • Corinthians já anunciou cinco reforços para 2019

    Com Ramiro, Corinthians se torna clube da Série A com mais contratações para 2019

    ver detalhes
  • Contratação de Ramiro foi aprovada pela torcida do Corinthians

    Torcida do Corinthians aprova contratação de Ramiro em enquete avassaladora

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes