Com chance de voltar ao banco, Vilson segue invicto no Corinthians

Com chance de voltar ao banco, Vilson segue invicto no Corinthians

Por Meu Timão

No Corinthians desde o início da temporada, Vilson ainda nunca perdeu quando esteve em campo

No Corinthians desde o início da temporada, Vilson ainda nunca perdeu quando esteve em campo

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Titular em três dos últimos quatro jogos, Vilson ganhou oportunidade no Corinthians por uma soma de fatores: suspensão preventiva de Yago e convocação de Balbuena à Seleção Paraguaia. Agora, com a volta de Yago, o zagueiro tem a chance de voltar ao banco de reservas, mas segue invicto no clube do Parque São Jorge.

O julgamento do caso de Yago foi realizado nesta segunda-feira. Apesar de não ter o resultado que o Corinthians esperava, o jogador foi punido com a suspensão de 30 dias e, como já estava sem jogar há quase um mês, o período acaba nesta semana e ele já estará à disposição para o clássico contra o Palmeiras, no próximo domingo.

Durante o período que estava suspenso, Yago treinou normalmente com o grupo, com exceção da última quinta-feira, quando fez um trabalho separado devido a um desconforto no tornozelo. O problema, no entanto, não preocupa, já que o próprio jogador já fala sobre a partida do próximo domingo.

Resta saber se Tite promoverá o retorno imediato de Yago ao time titular ou se optará por dar sequência a Vilson, que ficou de fora do último jogo pro conta de um edema na coxa. Em seu lugar, Pedro Henrique fez sua estreia em jogos oficiais.

Se optar pelo retorno do atleta que estava suspenso, Vilson volta ao banco de reservas mantendo sua invencibilidade no Timão. No Corinthians desde o início da temporada, ele soma sete vitórias e dois empates. No Campeonato Brasileiro, ao lado de Felipe, o zagueiro foi titular nas vitórias contra Ponte Preta, Sport e Santos.

Veja Mais:

  • Corinthians volta a jogar nesta segunda pela Liga Nacional

    Corinthians encara 'reforçado' Sorocaba na primeira final da Liga Nacional

    ver detalhes
  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes