André relembra período de críticas e vê futuro promissor no Corinthians

André relembra período de críticas e vê futuro promissor no Corinthians

Por Meu Timão

André fez o gol de empate neste sábado e abriu caminho para a virada

André fez o gol de empate neste sábado e abriu caminho para a virada

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Apontado como o principal culpado na eliminação da Libertadores neste ano, já que desperdiçou um pênalti no empate por 2 a 2, diante do Nacional, do Uruguai, o atacante André garante ter superado a má fase. O camisa 9, após o erro que custou a permanência do Corinthians na competição continental, assegura que sua carreira no clube passou por diversas mudanças depois do acontecimento até voltar a marcar um gol.

No último sábado, diante do Coritiba, André entrou na partida no final da segunda etapa e abriu o caminho para a vitória do Timão. O atacante aproveitou o cruzamento de Uendel e igualou o marcador em 1 a 1. Pouco tempo depois, o mesmo Uendel marcou de cabeça e decretou a vitória por 2 a 1.

Em participação no programa SporTV News, André recordou o ambiente pesado no trabalho depois da desclassificação na Libertadores e a perseguição por parte da Fiel. Mesmo apontado como o grande culpado pelo resultado negativo, o atacante revelou que o apoio de um torcedor, em especial, foi importante para a recuperação e um momento de reflexão, coroado diante do Coritiba com o gol.

“Não digo que isso (clima) me atrapalhou, mas estava pesado. O foco era só eu, estava carregando esse peso. Foi engraçado. Um dia eu estava saindo de casa e dei de frente com um corintiano. Falei: "Agora ele vai me xingar". Mas ele disse: "Não fica assim, a gente está contigo, te apoiando". Dali em diante aquilo me motivou mais ainda. Jogador é confiança. Parece clichê quando a gente pede para apoiar, mas isso motiva e dá confiança”, disse o camisa 9.

Sacado por Tite da equipe titular nas últimas duas partidas, dando lugar a Luciano, André não esconde mágoas do treinador. Pelo contrário, o atacante optou por ficar no Corinthians justamente depois de uma conversa com Tite. Procurado pelo Sport, ainda em sua fase negativa no Timão, o camisa 9 teve o aval do técnico corinthiano e decidiu permanecer.

“Quando surgiu a proposta, fui conversar com Tite, perguntei se ele tinha liberado e ele disse que não: "Te botei no jogo passado, como não conto contigo?" Falei que queria ficar. Essa confiança dele ajudou muito”, finalizou.

Contratado no início da atual temporada, André disputou 23 partidas pelo Corinthians até o momento e marcou seis gols.

Veja Mais:

  • Roberto de Andrade assumiu presidência do Corinthians em fev/2015 e segue até fev/2018

    Conselheiros barram votação do impeachment, e Roberto de Andrade segue presidente do Timão

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade concedeu entrevista nesta segunda no Parque São Jorge

    Após se livrar de impeachment, Roberto de Andrade sugere tentativa de golpe no Corinthians

    ver detalhes
  • Rodriguinho deve ser uma das opções para o Corinthians no BR-17

    Corinthians tem Chape e clássicos logo no começo; veja a tabela completa do BR-17

    ver detalhes
  • Patch que será usado pelos jogadores no Dérbi de quarta-feira

    Rivalidade à parte: Corinthians e Palmeiras se unem e usarão logo no clássico

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes