Com empréstimo perto do fim, Isaac lamenta lesões e exalta Corinthians

Com empréstimo perto do fim, Isaac lamenta lesões e exalta Corinthians

Por Meu Timão

51 mil visualizações 77 comentários Comunicar erro

Permanência de Isaac Prado no Timão após 2016 não está definida

Permanência de Isaac Prado no Timão após 2016 não está definida

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Corinthians terá de decidir o futuro do atacante Isaac Prado, de 21 anos, até o fim desta temporada. Contratado por empréstimo junto ao Botafogo-SP em agosto de 2015, o jovem jogador acumulou lesões e nunca ganhou a chance de estrear pela equipe profissional. Recém-recuperado, ele entende que o período no Timão foi determinante para seu crescimento como atleta.

“Assinar com o Corinthians foi uma alegria muito grande, deixei meus pais realizados. Queria estar atuando, mas estou em um dos maiores clubes do Brasil, independe se joguei ou não. É uma experiência que me faz crescer muito como profissional e pessoa. Isso tudo vai acrescentar muito na minha carreira”, disse Isaac, em entrevista ao GloboEsporte.com;

“Estou no meio de multicampeões, jogador de Seleção Brasileira, de seleção paraguaia, com o melhor treinador do Brasil. Chegar aqui foi um passo muito grande”, acrescentou o atacante.

Artilheiro da Taça São Paulo de Futebol Júnior pelo Botafogo-SP no ano passado com, oito gols, Isaac despertou o interesse do Corinthians e, a princípio, integrou o elenco Sub-20. Centroavante promissor, passou a participar da rotina do time principal do clube no CT Joaquim Grava e, no início de 2016, viajou com o Timão para a disputa da Florida Cup, nos Estados Unidos.

Ainda assim, Isaac teve a estreia adiada pelas contusões: acabou fora da lista de inscritos no Paulistão e na Copa Libertadores devido a problemas na coxa. Posteriormente, rompeu os ligamentos do tornozelo direito e perdeu grande parte do primeiro semestre. Para ele, a primeira lesão foi sentida, já que perdeu a oportunidade de entrar em campo no amistoso com o Fort Lauderdale Strikers (EUA).

“Fiquei chateado. Love tinha acabado de ir embora e só tinha Danilo e Romero de atacantes, e eles não são centroavantes de característica. Estava treinando bem, mas a lesão me prejudicou. Antes dela algumas pessoas me elogiavam, diziam que eu estava vindo bem”, lamentou o jogador, que considera deixar o Parque São Jorge ao fim do vínculo, mas se diz preparado para alçar voos maiores na carreira.

“Por mais que amanhã ou depois eu não esteja mais no Corinthians, tenho de estar preparado. Não sei se vou continuar ou sair. Jogador tem de estar atuando. Pode ser que eu vá para outro clube onde alguém veja mais meu potencial e posso dar certo. Tenho de me preparar”, finalizou.

Veja Mais:

  • Léo Príncipe esteve perto de acertar com Vitória de Setúbal, de Portugal

    Portugueses desistem de empréstimo e adiam saída de Léo Príncipe do Corinthians

    ver detalhes
  • Marcello Deverlan (à esq.) durante treino com profissionais no CT Joaquim Grava

    De contrato renovado, zagueiro da base do Corinthians obtém cidadania portuguesa

    ver detalhes
  • Danilo Avelar realizou exames na tarde desta terça-feira em São Paulo

    Danilo Avelar é aprovado em exames e já fala como reforço do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians, da capitã Grazi, venceu mais uma no Brasileirão

    Em jogo com viradas e oito gols, Corinthians vence Ferroviária em Araraquara

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes