Carille elogia postura corinthiana e explica 'dedo' de Elias em substituição

Carille elogia postura corinthiana e explica 'dedo' de Elias em substituição

Por Meu Timão

Carille comandou o Corinthians diante do Fluminense

Carille comandou o Corinthians diante do Fluminense

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

No primeiro jogo sem Tite, novo comandante da Seleção Brasileira, o Corinthians acabou derrotado pelo Fluminense. Nesta quinta-feira à noite, o Timão não foi páreo para a equipe carioca e deixou o estádio Mané Garrincha com derrota por 1 a 0, gol marcado pelo meia Cícero. Para o técnico interino do Timão, Fabio Carille, o revés não reflete o desempenho alvinegro.

“Até mesmo com um jogador a menos (Yago foi expulso) eu gostei da postura da equipe, rodou bem a bola, teve triangulações pelos lados. Primeiro tempo gostei muito, criamos oportunidades, não demos chances ao adversário e infelizmente pecamos na finalização. Depois aconteceu esse lance, o pênalti, a expulsão. E ainda assim nosso time criou chances pra chegar na área adversária”, analisou Carille.

Em entrevista coletiva após o apito final, o – por hora – ex-auxiliar técnico do Corinthians admitiu que esperava ver os jogadores abaixo do esperado em função da saída de Tite. “Eu sinceramente achei que nossa equipe ia sentir hoje e não sentiu. Jogadas pelas beiradas, conseguiu criar, Marquinhos e Giovanni conseguiram criar. Fiquei muito satisfeito com o treinamento da equipe”, frisou.

Entre outros assuntos, Carille esclareceu a participação do volante Elias na entrada de Camacho – após Yago cometer pênalti e ser expulso por conta do segundo cartão amarelo, o técnico interino ouviu do camisa 7 que Camacho, recém-chegado ao Parque São Jorge, era a opção mais indicada para o momento do jogo.

“Realmente, nós estávamos em dúvida. A minha preocupação era ficar sem um zagueiro por mais 30 minutos de jogo. A bola aérea pesada do Fluminense era uma preocupação também. O Fernando (Lázaro, auxiliar) veio, o Elias também encostou ali para conversar. A dúvida era: ficar sem zagueiro por 30 minutos ou colocar o Camacho ou o Maycon. Acabamos optando pelo Camacho”, finalizou.

Veja Mais:

  • Pablo foi tranquilizado mais uma vez pela diretoria do Corinthians, que segue confiante

    Sem pressa e confiante: diretoria do Corinthians nem cogita possibilidade de perder Pablo

    ver detalhes
  • Presidente Roberto de Andrade na Arena Corinthians

    Presidente do Corinthians rechaça propostas oficiais, mas não garante permanência de todos

    ver detalhes
  • Jô voltou a deixar o dele nesta quinta-feira; centroavante já soma 12 gols no ano

    Corinthians volta a mostrar força na Arena, vence o Bahia e consolida liderança

    ver detalhes
  • Marquinhos Gabriel anotou um dos gols da vitória do Timão sobre o Bahia

    Líder Corinthians abre nove pontos de 'gordura' no G6; veja a classificação

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes