Ídolo do Corinthians e da Seleção, Rivellino detona Neymar em programa de TV

Ídolo do Corinthians e da Seleção, Rivellino detona Neymar em programa de TV

Por Meu Timão

Ídolo do Timão, Rivellino marcou o primeiro gol da Arena Corinthians

Ídolo do Timão, Rivellino marcou o primeiro gol da Arena Corinthians

Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Um dos maiores jogadores a vestir a camisa do Corinthians, Roberto Rivellino soltou o verbo contra o atacante Neymar. Hoje com 70 anos, o ex-meia não gostou nem um pouco das recentes declarações do jogador da Seleção sobre a eliminação na Copa América.

Poucas horas após o fiasco brasileiro diante do Peru, nos Estados Unidos, Neymar utilizou as redes sociais para defender os colegas de Seleção e chamar os críticos de babacas. O atacante foi desfalque na Copa América pois não obteve liberação do Barcelona.

"Em se tratando de Neymar, uma pessoa pública, um ídolo, acho que ele devia nesse momento ficar quieto. Perdeu um grande momento de ficar de ficar quieto. É uma coisa que marca na carreira dele, não é bom pra ele, é um excelente jogador, mas acho que a preocupação dele tem que ser mais no campo do que fora", comentou Rivellino na abertura do programa Cartão Verde, da TV Cultura.

"Na vida dele tá mais preocupado com o fora do campo do que dentro de campo, então isso é preocupante e não dá para perdoar, não. E ele usou um termo que eu me senti ofendido, e acho que todos vocês, também, com ele chamando a gente de babaca", completou.

Na sequência do discurso, o Patada Atômica destacou o fato de Neymar ainda não ter conquistado nenhum título de grande importância pela Seleção. Rivellino, por outro lado, além de ídolo do Corinthians nas décadas de 60 e 70, foi campeão do mundo pelo Brasil na Copa do Mundo de 1970, além de um dos poucos destaques brasileiros na Copa de 1974.

"Acho que o maior babaca da história é ele. Ele que é o babaca. Tem que construir uma história dentro de uma seleção brasileira pra falar. Até agora não ganhou nada, não deu nenhuma alegria pro povo, então menos. Primeiro constrói a sua história, tenta dar um título para o povo brasileiro e depois aí pode reclamar um pouco", afirmou.

Rivellino ainda lembrou de um vergonhoso episódio da vida particular de Neymar para finalizar as críticas ao atacante. Em 2015, o jogador do Barcelona foi pego Receita Federal acusado de comprar um carro de luxo de forma irregular.

"É aquele negócio, a ostentação. Quando o fisco confiscou o carro dele, uma Porsche, chegou dois dias depois e tava com uma Ferrari tirando foto. Acho sem necessidade alguma, porque não vejo isso em outros jogadores maiores que ele, como Messi, Cristiano Ronaldo, Suárez, Ibra", disse Riva.

"Ele, sendo o maior jogador brasileiro, sendo um cara ídolo, com crianças e mais crianças que gostam dele, acho que tem que tomar mais cuidado e focar a carreira dele mais dentro do campo", acrescentou.

Veja Mais:

  • Patch de homenagem a Chapecoense na camisa do Corinthians

    Veja imagens da camisa do Corinthians com o patch da homenagem a Chapecoense

    ver detalhes
  • Marinho vem sendo pedido por torcedores do Corinthians para 2017

    Pedido pela torcida do Corinthians, Marinho admite deixar Vitória em 2017

    ver detalhes
  • Simi passou sete anos no Corinthians

    Simi reclama de saída do Corinthians e projeta 'final às avessas' da LNF no Parque São Jorge

    ver detalhes
  • Oswaldo divulgou lista de relacionados do Corinthians

    Com apenas um desfalque, Corinthians divulga lista de relacionados para enfrentar Cruzeiro

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes