Corinthians tem primeiro técnico negro em 24 anos. E por que isso é importante?

20 mil visualizações 216 comentários

O acerto entre Cristóvão Borges e Corinthians engloba ao menos uma questão que vai muito além das quatro linhas: a (des)igualdade racial no futebol. Pela primeira vez em 24 anos, "o clube mais brasileiro" volta a ser comandado por um técnico negro.

Em 1991, Cilinho teve breve passagem como treinador do Timão, sem obter o mesmo sucesso que teve à frente do São Paulo com os chamados "Menudos do Morumbi". No ano seguinte, Basílio, também negro, teve breve passagem como técnico no Parque São Jorge. De lá para cá, 28 técnicos assumiram a equipe profissional de futebol do Corinthians. Todos brancos.

Cilinho foi técnico do Timão no início da década de 90 (Foto: Divulgação)

Na visão de Marcelo Carvalho, diretor executivo do Observatório da Discriminação Racial no Futebol, a contratação de um técnico negro por parte de um clube do tamanho do Corinthians tem influência direta na visão social da juventude brasileira. A lógica é simples: crianças negras que se acostumaram a ver brancos nos cargos mais altos do futebol terão oportunidade, a partir de agora, de se espelhar em "Cristóvãos" da vida.

"Infelizmente, mesmo sendo o clube da democracia, o Corinthians ainda não conseguiu refletir isso na participação de negros. A questão de um técnico negro, assim como dirigente ou presidente, é o empoderamento. Isso é um exemplo que as crianças vão ver e vão saber que na realidade nada impede de elas chegarem aos lugares mais altos que elas sonham", disse, em entrevista ao Meu Timão.

"Um treinador negro num grande clube brasileiro é mostrar para os jovens que eles podem atingir um patamar além de jogador. Hoje temos o Roger no Grêmio que mostra isso, que pode ser um bom treinador independente da cor dele. Quem sabe o Cristóvão fazer um bom trabalho no Corinthians também sirva de referência", completou.

Cristóvão foi anunciado pelo Corinthians neste domingo (Foto: Divulgação)

O problema não se limita ao Corinthians. O Campeonato Brasileiro da Série A de 2016 se iniciou com apenas dois treinadores negros entre as 20 equipes do torneio: Roger Machado e Givanildo. Este último já foi demitido do América-MG. Apenas o técnico do Grêmio, portanto, se mantém como comandante negro de uma equipe de elite do futebol nacional. A partir deste domingo, ganha a companhia de Cristóvão Borges, que será apresentado pelo Timão nesta segunda-feira.

"No Brasil temos o racismo institucional. Temos negros trabalhando na parte de baixo da pirâmide. Mas poucos chegam à parte de cima, aos cargos de chefia. O futebol reflete isso, temos poucos negros como treinadores, dirigentes, conselheiros e presidentes. É bem esse o reflexo da situação social no futebol", comenta Carvalho.

Em outros lugares do mundo, a temática também é debatida. Na Europa, um levantamento de 2014 apontou apenas dois negros como técnicos entre os 92 clubes das quatro principais divisões de futebol da Inglaterra. A Associação dos Jogadores Profissionais do país passou a cogitar a criação de uma espécie de sistema de cotas na contratação de treinadores.

Tal cenário não é utópico. Inclusive existe em uma das maiores ligas esportivas do mundo: a NFL, nos Estados Unidos. A liga profissional de futebol americano, por meio da "Regra Rooney" possibilita a minorias étnicas a representação no processo de entrevista para a posição de treinador de uma equipe.

"É algo que precisa ser debatido. Não é falta de capacidade das pessoas. Será que não existe mesmo uma porta fechada?", finaliza Carvalho.

Veja Mais:

  • Corinthians entra em campo às 16h desta terça-feira em busca da classificação para a semifinal

    Corinthians encara Inter de Limeira por vaga na semifinal do Paulistão; saiba tudo

    ver detalhes
  • Fagner completará 400 jogos pelo Corinthians nesta terça-feira, contra a Inter de Limeira, na Neo Química Arena

    Ao Meu Timão, Fagner fala dos 400 jogos e exalta identidade: 'Sempre entendi o que é o Corinthians'

    ver detalhes
  • Capitão do Corinthians, Deives sentiu o joelho direito em jogo contra o Praia Clube

    Deives passa por exames no joelho e preocupa Corinthians em véspera da Libertadores

    ver detalhes
  • Parceria entre Corinthians e IBM foi anunciada no final de 2018

    Corinthians e IBM entram em rota de colisão e site do Fiel Torcedor sai do ar

    ver detalhes
  • Corinthians volta a ter titulares para decisão contra a Inter de Limeira

    Corinthians volta a relacionar titulares para decisão contra a Inter de Limeira; volante segue fora

    ver detalhes
  • Dois 'reforços' para o Corinthians nessa sequência decisiva de Paulista e Sula - Análise tática c/ Jow

    VÍDEO: Dois 'reforços' para o Corinthians nessa sequência decisiva de Paulista e Sula - Análise tática c/ Jow

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

  • Comentários mais curtidos

    Foto do perfil de Estevan

    Ranking: 391º

    Estevan 2971 comentários

    @estevan em

    Na boa? Isso não tem a menor importância. Eu nem tinha me ligado que ele era negro. É o novo técnico do Corinthians. Pra que ficar ressaltando cor de pele? Na minha opinião, é esse tipo de coisa que alimenta o racismo. No mais, sucesso pra ele aqui no Timão. Vai Corinthians!

  • Foto do perfil de Wildson

    Ranking: 771º

    Wildson 1742 comentários

    @wildson.gomes.pinto em

    Sinceramente eu acho bobagem, a cor dá pele pra mim não influencia em nada, o que determina e caráter da pessoa, a vontade de vencer, se é pra se espelhar em negro que seja no Joaquim Barbosa, esse realmente e vencedor, nordestino, pobre e negro chegou a ser presidente da mais alta corte do país, e é um brasileiro de respeito e considerado por todos.

    Essa de é importante porque e negro não cola comigo, é importante porque agora ele é o treinador do Timão, maior e melhor time do pais, o mais temido, mais respeitado e mais odiado também...

  • Últimos comentários

    Foto do perfil de Lucas

    Ranking: 181º

    Lucas 4776 comentários

    216º. @lucas.chagas1 em

    Isso não tem nada a ver!

  • Publicidade

  • Foto do perfil de Aladin

    Ranking: 2993º

    Aladin 560 comentários

    215º. @alaty em

    Kkkkkkkkkkkkkkk menudos do mormbi? Kkkkkkkkkkk que gay, depois elas reclamam!

  • Foto do perfil de Arthur

    Arthur 46 comentários

    214º. @arthursantos em

    Aos desatentos que não tinham percebido. Cristóvão é negro sim. E isso é importante sim. Um time que se orgulha de ser chamado time do povo mas que por 24 anos não teve um técnico negro e a torcida acha que não deve nem ligar para isso é absurdo. O que devemos pensar é: "Será que não tivemos nesses anos nenhum técnico negro com capacidade de assumir o Corinthians (e sabemos que temos), ou há algum outro fator que impedem esses de assumir cargos desse tipo? "

    Tá faltando inteligência e um pouco de crítica para o torcedor. Não estão fazendo jus a tradição corintiana de sempre estar a frente de questões politico-sociais.

  • Foto do perfil de Gabriel

    Ranking: 2210º

    Gabriel 749 comentários

    213º. @gabriel1709 em

    Era só o que faltava. Daqui a pouco vão reclamar que não tem mulheres treinando o Corinthians ou homossexuais. Na boa são todos seres humanos, pra que ficar com essa divisão, isso sim só faz aumentar a questão racial.

  • Foto do perfil de Kelvin

    Ranking: 1642º

    Kelvin 970 comentários

    212º. @walker.grimes em

    Esse dado é na verdade o reflexo da nossa sociedade. Os negros ocupam muito menos cargos de confiança e grandiosos do que aquelas pessoas de pele clara. O preconceito na verdade é alimentado nas pequenas coisas e continua existindo. Essa matéria é como mostrar que um técnico estrangeiro há muitos anos não treina o Corinthians... Quem alimenta o racismo são aqueles que acham normal que em 24 anos nenhum técnico negro tenha assumido o clube. Isso sim é escroto e explicável. A nossa geração simplesmente tem mostrado dados que antes eram ocultos. Você tem a impressão de ser algo desnecessário, mas está enganado.

  • Foto do perfil de João

    Ranking: 642º

    João 2009 comentários

    211º. @barretos em

    O importante não é que ele seja negro ou branco, o que vai resolver a situação é que ele seja alvinegero ou melhor, que encarne as cores do clube e que as defenda. Agora só resta torcer para que ele tenha sucesso e quem sabe, tenha o seu primeiro título na carreira

  • Foto do perfil de Gustavo

    Ranking: 1989º

    Gustavo 830 comentários

    210º. @gustavo.vieira.amadi em

    É muito importante para satisfazer o lado canalha das milintâncias! Nada mais!
    Se fosse eu o chefe dessa pessoa, demitiria imediatamente. É muita vigarice escrever isso.
    Se a pessoa não sabe deveria pesquisar. O Brasil tem (dados do IBGE, portanto, oficiais), aproximadamente 8,5% de negros + ou - 40% de pardos (mistura de branco com negro) e 45% de brancos. Pode pesquisar no IBGE.
    se a série A tem 2 treinadores negros significa 2/20 = 10% superior aos 8,5% da população.
    Na inglaterra é muito menos. Nos Estados Unidos são 13%.
    Se pegarmos 3 (treinadores negros) e dividirmos por 28 da mais de 10%.
    Não sabe o que escrever não escreve bosta mais respeito com que lê.
    Nós queremos informação sobre o Corinthians, não militância politicia de gente sem conhecimento e sem argumentos.

  • Foto do perfil de Renan

    Ranking: 4053º

    Renan 399 comentários

    209º. @renan.alves29 em

    Cala boca... Fazer um comentário sobre a Cor da Pele de um técnico... Uma coisa é achar ele competente ou não, a cor da pela é o que menos importa... Existem pessoas boas e más de todas as cores e classes...

x