Atacante campeão da Série B em 2008 ganha batalha na Justiça, e Corinthians terá de pagar bolada

Atacante campeão da Série B em 2008 ganha batalha na Justiça, e Corinthians terá de pagar bolada

Por Meu Timão

Otacílio Neto jogou no Corinthians em 2008

Otacílio Neto jogou no Corinthians em 2008

Foto: Divulgação

Atacante ex-Corinthians, Otacílio Neto ganhou uma batalha contra o clube do Parque São Jorge na Justiça. O Tribunal Superior do Trabalho condenou o Timão a pagar R$ 450 mil ao jogador por conta de uma diferença de percentual nos direitos de arena do tempo em que ele defendeu a equipe alvinegra. A informação foi publicada pelo site da Espn.

A ação trabalhista tem como centro, portanto, a espécie de cachê que é negociada entre os clubes e os jogadores por conta do aparecimento destes na televisão. O Corinthians, por meio do Supremo Tribunal Federal, deve recorrer da decisão da Justiça.

Otacílio Neto chegou ao Corinthians em 2008 após realizar grande Campeonato Paulista pelo Noroeste. Ele participou do elenco campeão brasileiro da Série B e, na temporada seguinte, foi emprestado ao Barueri. A partir daí, foi pingando de clube em clube até o fim de seu contrato, em 2012, passando por Ponte Preta, Goiás, Noroeste, Bragantino e Ituano.

Hoje com 33 anos, Otacílio Neto joga pelo pequeno Sete de Dourados, do Mato Grosso do Sul.

Veja Mais:

  • Feliz, Jadson comemora 'primeira viagem' com Timão em rede social

    Feliz, Jadson comemora 'primeira viagem' com Timão em rede social

    ver detalhes
  • Campeão da Copinha, o jovem Pedrinho pode estrear na quarta-feira

    Com Pedrinho e Jadson, Corinthians divulga relacionados para pegar o Brusque; Rodriguinho fora

    ver detalhes
  • Jadson é opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1º

    Jadson viaja a Santa Catarina e pode fazer a reestreia pelo Corinthians

    ver detalhes
  • Carille comandou trabalho do Corinthians no CT antes de viagem a Brusque

    Com Jadson, Corinthians se reapresenta e faz último treino no CT; Camacho retorna

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes