Atacante campeão da Série B em 2008 ganha batalha na Justiça, e Corinthians terá de pagar bolada

Atacante campeão da Série B em 2008 ganha batalha na Justiça, e Corinthians terá de pagar bolada

Por Meu Timão

Otacílio Neto jogou no Corinthians em 2008

Otacílio Neto jogou no Corinthians em 2008

Foto: Divulgação

Atacante ex-Corinthians, Otacílio Neto ganhou uma batalha contra o clube do Parque São Jorge na Justiça. O Tribunal Superior do Trabalho condenou o Timão a pagar R$ 450 mil ao jogador por conta de uma diferença de percentual nos direitos de arena do tempo em que ele defendeu a equipe alvinegra. A informação foi publicada pelo site da Espn.

A ação trabalhista tem como centro, portanto, a espécie de cachê que é negociada entre os clubes e os jogadores por conta do aparecimento destes na televisão. O Corinthians, por meio do Supremo Tribunal Federal, deve recorrer da decisão da Justiça.

Otacílio Neto chegou ao Corinthians em 2008 após realizar grande Campeonato Paulista pelo Noroeste. Ele participou do elenco campeão brasileiro da Série B e, na temporada seguinte, foi emprestado ao Barueri. A partir daí, foi pingando de clube em clube até o fim de seu contrato, em 2012, passando por Ponte Preta, Goiás, Noroeste, Bragantino e Ituano.

Hoje com 33 anos, Otacílio Neto joga pelo pequeno Sete de Dourados, do Mato Grosso do Sul.

Veja Mais:

  • Pedro Henrique foi uma das baixas do Corinthians no treino desta sexta

    Com dois desfalques, Corinthians se reapresenta já de olho em duelo contra Grêmio

    ver detalhes
  • Jô pode não viajar até a cidade de Tunja, na Colômbia

    Corinthians deve poupar jogadores e pode ter vários jovens da base na Colômbia

    ver detalhes
  • Guilherme Torres jogará mais quatro anos no Deportivo La Coruña

    Recopa, invasão da Fiel no Japão, Carille, La Coruña... Guilherme Torres fala ao Meu Timão

    ver detalhes
  • Pablo foi tranquilizado mais uma vez pela diretoria do Corinthians, que segue confiante

    Sem pressa e confiante: diretoria do Corinthians nem cogita possibilidade de perder Pablo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes