Corinthians vai à Justiça para cobrar R$ 25 mil de clube por venda de Éverton Ribeiro

Corinthians vai à Justiça para cobrar R$ 25 mil de clube por venda de Éverton Ribeiro

Por Meu Timão

9.4 mil visualizações 86 comentários Comunicar erro

Revelado no Timão, Éverton Ribeiro foi pouco aproveitado por Tite no Corinthians

Revelado no Timão, Éverton Ribeiro foi pouco aproveitado por Tite no Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr.

O Corinthians entrou na Justiça para cobrar R$ 25 mil do Coritiba por conta da venda de Éverton Ribeiro, ocorrida em 2011. A informação foi publicada nesta quarta-feira no site da Espn.

O Corinthians vendeu Éverton Ribeiro ao Coritiba em 2011 por R$ 410 mil divididos em dez parcelas. O clube paranaense ficou devendo três dessas parcelas, totalizando R$ 123 mil.

Após sofrer ação na Justiça por parte do Corinthians, o Coritiba pagou R$ 189.867,04 ao clube do Parque São Jorge. Em tal valor constam juros e 10% previstos em contrato.

O problema, na visão do departamento jurídico do Timão, é que o clube parananense ignorou a correção monetária. Assim, estariam faltando R$ 24.921,28 a serem pagos ao Corinthians.

A ação cobrando o pagamento de tal quantia restante foi feita no fim de maio na 28ª Vara do Foro Central Cível de São Paulo. A juíza responsável ainda não deu parecer.

Vale lembrar que Éverton Ribeiro viria a se tornar destaque do Cruzeiro nos anos de 2013 e 2014. Foi vendido ao Al-Ahli, dos Emirados Árabes Unidos, em 2015 por R$ 25 milhões.

Veja Mais:

  • Inicialmente exposta no Memorial, a estátua de Sócrates está na Arena Corinthians

    Conheça o escultor Laércio Alves, que homenageou Sócrates em estátua exposta na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade, atual e ex-presidentes do Corinthians

    Corinthians registra déficit de R$ 35 milhões em 2017; veja números do balanço financeiro

    ver detalhes
  • Renovação, declaração do Balbuena e a posição do Meu Timão

    [Danilo Augusto] Renovação, declaração do Balbuena e a posição do Meu Timão

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez, Roberto de Andrade e Gobbi, últimos presidentes do Corinthians

    Diretor financeiro do Corinthians analisa detalhes do balanço de 2017; leia a entrevista

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes