Corinthians encara Atlético-MG em alerta por conta de dois pendurados

Corinthians encara Atlético-MG em alerta por conta de dois pendurados

Por Meu Timão

29 mil visualizações 39 comentários Comunicar erro

Fagner e Bruno Henrique estão pendurados

Fagner e Bruno Henrique estão pendurados

Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O Corinthians entra em campo na noite desta quarta-feira contra o Atlético-MG, a partir das 22h, no Mineirão, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. E além do próprio duelo contra a equipe mineira, os comandados de Cristóvão Borges já têm também precupações para a próxima partida: os jogadores pendurados.

Estão com dois cartões amarelos acumulados o lateral-direito Fagner e o volante Bruno Henrique. Ambos serão titulares no Mineirão. Se levarem cartão, estarão suspensos do jogo contra o Santa Cruz, no sábado, na Arena, pela próxima rodada do Brasileirão.

O atacante André também está pendurado. Ele, contudo, não joga contra o Atlético-MG. Após reclamar de dores, o camisa 9 do Timão passou por exames médicos e precisou de uma cirurgia de hérnia inguinal, que o afasrará do gramado por pelo menos 30 dias.

Vale lembrar que o zagueiro Balbuena está suspenso justamente por ter levado já três cartões amarelos e, portanto, está fora do jogo desta quarta-feira. Yago, que voltou de suspensão, foi cortado da lista de relacionados por ter sentido lesão.

Veja Mais:

  • Richard é o novo jogador do Corinthians

    Corinthians anuncia contratação de Richard

    ver detalhes
  • Castán deixou o Corinthians após a conquista da Libertadores em 2012

    Corinthians pode selar retorno de Castán em reunião nesta segunda-feira

    ver detalhes
  • Richard se destacou vestindo a camisa Fluminense em 2018

    Richard comemora acerto com o Corinthians: 'Hoje realizo meu maior sonho'

    ver detalhes
  • Parque São Jorge abriga jogos e até reunião do Conselho Deliberativo nesta semana

    Decisão no Sub-20, reunião do Conselho e jornada dupla do vôlei: a semana do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes