Filho de Tite recorda ajuda dada ao Corinthians para contratação de Guerrero

Filho de Tite recorda ajuda dada ao Corinthians para contratação de Guerrero

Por Meu Timão

Matheus Bacchi comemorou o hexacampeonato do Timão

Matheus Bacchi comemorou o hexacampeonato do Timão

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Agora auxiliar-técnico de Tite na Seleção Brasileira, Matheus Bacchi já era uma espécie de braço direito do pai antes mesmo de trabalhar ao seu lado no Corinthians. Hoje com 27 anos, ele foi um dos responsáveis pela contratação do peruano Paolo Guerrero. A história, que já havia se tornado pública em 2015, foi relembrada pelo profissional neste domingo.

Em entrevista concedida ao programa Esporte Espetacular, da TV Globo, Matheus Bacchi falou sobre o ano de 2011, quando assistiu pessoalmente alguns jogos da Copa América. Na ocasião, Guerrero foi o artilheiro do torneio com a camisa do Peru.

Já técnico do Corinthians na época, Tite ligou para o filho e perguntou sobre os jogadores que Matheus havia visto jogar. A resposta deu início à contratação do jogador:

"Meu pai me ligou aquele dia de noite e eu falei que vi um centroavante do Peru sensacional. Ele tinha me perguntado se eu havia visto algum jogador bom", disse Matheus, que também indicou Renato Augusto e Lucca para Tite e, consequentemente, o Corinthians.

Matheus Bacchi chegou ao Corinthians em 2015, em meio ao Campeonato Brasileiro, após realizar estágios no Barcelona e na Inter de Milão. Profissionalmente, trabalhou como auxiliar-técnico no Caxias, clube da cidade da família Bacchi e onde Tite trabalhou no início da década de 90 e jogou nas décadas de 70 e 80.

"Essa paixão que vejo nele (Tite) foi o que me alimentou gostar sempre de futebol e gostar", disse.

Veja Mais:

  • Pedro Henrique foi uma das baixas do Corinthians no treino desta sexta

    Com dois desfalques, Corinthians se reapresenta já de olho em duelo contra Grêmio

    ver detalhes
  • Jô pode não viajar até a cidade de Tunja, na Colômbia

    Corinthians deve poupar jogadores e pode ter vários jovens da base na Colômbia

    ver detalhes
  • Guilherme Torres jogará mais quatro anos no Deportivo La Coruña

    Recopa, invasão da Fiel no Japão, Carille, La Coruña... Guilherme Torres fala ao Meu Timão

    ver detalhes
  • Pablo foi tranquilizado mais uma vez pela diretoria do Corinthians, que segue confiante

    Sem pressa e confiante: diretoria do Corinthians nem cogita possibilidade de perder Pablo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes