Timão faz acordo e prepara contrato profissional para pivô de escândalo

10 mil visualizações 35 comentários

Por Meu Timão

Alyson será reintegrado à equipe Sub-17 em breve

Alyson será reintegrado à equipe Sub-17 em breve

Reprodução/Facebook

O jovem Alyson José da Motta, pivô de escândalo recente nas categorias de base do Timão, voltará a atuar pelo clube. O jogador de 16 anos firmou acordo na Justiça com o Corinthians e deve assinar o primeiro contrato profissional da carreira na próxima semana. A informação é do portal LANCE!.

Afastado de partidas oficiais desde o início de 2016, Alyson realizou exames médicos e será reintegrado à equipe Sub-17, atualmente comandada pelo técnico Márcio Zanardi. Ainda assim, o jogador ainda não tem data para ir a campo, já que necessita readquirir a forma física ideal.

Aos 16 anos, Alyson é pivô de um escândalo envolvendo um ex-dirigente do Corinthians e o empresário norte-americano Helmut Niki Apaza. A polêmica ganhou força no início de maio, pouco tempo depois de Fábio Barrozo, ex-gerente das divisões menores, ser afastado de seu cargo pela atual diretoria. Em conversas vazadas, o ex-funcionário menciona a comercialização dos direitos de Alyson a Apaza, que investiu seu próprio dinheiro no jogador.

De acordo com o agente, Barrozo teria recebido dele 110 mil dólares por 20% dos direitos de Alyson e uma carta de procuração do clube. Ambos os negócios, porém, não tiveram o aval do presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, ou seu estafe.

Outro personagem que teria envolvimento no caso é Manoel Ramos Evangelista, conhecido como Mané da Carne, conselheiro vitalício do Timão. Ele seria o destinatário de 60 mil dólares pagos pelo empresário. Recentemente, Mané negou ter embolsado a quantia e processou quatro indivíduos: Jorge Kalil, 2º vice-presidente da agremiação paulista, Julio Cesar Polizeli, ex-agente de Alyson, Josemar Justino da Costa (Cuca), suposto intermediário, e Fábio Barrozo.

Providências – O Corinthians, por meio de sua Comissão de Ética, terminou de colher depoimentos a respeito da venda irregular dos direitos econômicos de Alyson na segunda-feira. O órgão já iniciou a fase de análise e deve emitir em breve seu parecer sobre o caso, punindo os envolvidos até com a exclusão do quadro de associados do Timão.

Veja Mais:

  • Em 2016, o Corinthians comprou 50% dos direitos econômicos de Marlone por R$ 4 milhões; pelo acordo, o Timão pagaria duas parcelas de R$ 500 mil e outras 20 parcelas mensais de R$ 150 mil

    Corinthians tenta efeito suspensivo para evitar cobrança de R$ 2,1 milhões na Justiça, que é negado

    ver detalhes
  • Último jogo do Corinthians no domingo à tarde na Neo Química Arena foi contra o Vasco, no Brasileiro

    Corinthians vai atuar pela primeira vez na temporada em um domingo à tarde; relembre horários

    ver detalhes
  • Pedrinho anota o primeiro gol do Corinthians no Brasileirão Sub-17

    Corinthians supera o Internacional e estreia com vitória no Brasileirão Sub-17

    ver detalhes
  • Corinthians conheceu detalhes de seu último compromisso na fase de grupos do Paulista

    Jogo entre Corinthians e Novorizontino é confirmado à tarde; jogos da rodada serão no mesmo horário

    ver detalhes
  • Camacho em ação contra o Atlético-GO pelo Campeonato Brasileiro do ano passado

    CBF define data e horário para a terceira fase da Copa do Brasil; Corinthians encara o Atlético-GO

    ver detalhes
  • Corinthians venceu o Santo André em amistoso do Sub-20

    Corinthians bate Santo André por 2 a 0 em amistoso do Sub-20; veja detalhes

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x