Há quatro anos, Timão vencia Boca Juniors e se sagrava campeão da Libertadores

Há quatro anos, Timão vencia Boca Juniors e se sagrava campeão da Libertadores

A partir de 2012, o dia 04 de julho jamais foi o mesmo para a Fiel. Naquela noite de quarta-feira, no estádio do Pacaembu, o Corinthians derrotou o Boca Juniors, da Argentina, por 2 a 0, conquistou a tão sonhada Copa Libertadores da América e fez a alegria de mais de 30 milhões de torcedores.

Sob o comando do técnico Tite, o Timão entrou em campo invicto para decidir o título continental, enquanto o oponente argentino carregava o fato de não ser superado longe de seus domínios – fato que mudou naquele 04 de julho. Aos oito minutos do primeiro tempo, o atacante Emerson Sheik aproveitou passe de calcanhar de Danilo dentro da área, dominou com a barriga e fuzilou o gol de Orión, inflamando os exatos 37.959 corinthianos presentes no Pacaembu.

O destino, porém, reservaria mais para a torcida que aguardou por mais de 100 anos a conquista da América. Sheik, novamente, desta vez aos 27min do segundo tempo, se beneficiou de passe ruim do zagueiro Schiavi no meio de campo, carregou em velocidade e bateu com categoria na saída do goleiro Sabastián Sosa, que substituíra o arqueiro titular na primeira etapa. 2 a 0 para o “bando de loucos”.

Com a pintura de Sheik, o Timão pôde, de maneira invicta, comemorar o triunfo histórico sobre um dos clubes de maior tradição na Libertadores. Em 14 jogos disputados no campeonato, o elenco de Tite somou oito vitórias, seis empates e nenhuma derrota, aproveitamento este de 71,4%. Ao todo, o esquadrão alvinegro anotou 22 gols e sofreu apenas quatro.

CONFIRA A FICHA TÉCNICA DE CORINTHIANS 2 X 0 BOCA JUNIORS (ARG)

Local: Pacaembu, São Paulo (SP) – Data-hora: 4/7/2012, 21h50
Árbitro: Wilmar Roldan (COL) – Assistentes: Abrahan Gonzales e Humberto Clavijo (COL)
Renda e público: R$ 2.580.912,50 / 37.959 pagantes
Cartões amarelos: Chicão, Leandro Castán e Jorge Henrique (COR); Mouche, Schiavi, Caruzzo e Santiago Silva (BOC)
GOLS: Emerson Sheik, 8/2ºT (1-0); Emerson Sheik, 27/2ºT (2-0)

CORINTHIANS: Cássio, Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Danilo e Alex (Douglas – 43/2ºT); Emerson Sheik (Liedson – 46/2ºT) e Jorge Henrique (Wallace – 46/2ºT). Técnico: Tite

BOCA JUNIORS: Orión (Sosa Silva – 32/1ºT), Sosa, Schiavi, Caruzzo e Clemente Rodríguez; Somoza, Ledesma (Cvitanich – 20/2ºT), Erviti e Riquelme; Mouche (Viatri – 37/2ºT) e Santiago Silva. Técnico: Julio Cesar Falcioni

ASSISTA OS DOIS GOLS MARCADOS POR EMERSON SHEIK NA FINAL

CONFIRA ALGUMAS FOTOS DO JOGO HISTÓRICO

(Fotos: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

Veja Mais:

  • Patch de homenagem a Chapecoense na camisa do Corinthians

    Veja imagens da camisa do Corinthians com o patch da homenagem a Chapecoense

    ver detalhes
  • Marinho vem sendo pedido por torcedores do Corinthians para 2017

    Pedido pela torcida do Corinthians, Marinho admite deixar Vitória em 2017

    ver detalhes
  • Simi passou sete anos no Corinthians

    Simi reclama de saída do Corinthians e projeta 'final às avessas' da LNF no Parque São Jorge

    ver detalhes
  • Oswaldo divulgou lista de relacionados do Corinthians

    Com apenas um desfalque, Corinthians divulga lista de relacionados para enfrentar Cruzeiro

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes