Cristóvão Borges revela ter sido alvo de discriminação racial em outros clubes onde foi treinador

Cristóvão Borges revela ter sido alvo de discriminação racial em outros clubes onde foi treinador

Por Meu Timão

Cristóvão é primeiro técnico negro do Corinthians em 24 anos

Cristóvão é primeiro técnico negro do Corinthians em 24 anos

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O técnico Cristóvão Borges fez um desabafo na noite dessa segunda-feira, durante entrevista ao canal de televisão paga Fox Sports. Único treinador negro na Série A do Campeonato Brasileiro ao lado do gremista Roger Machado, ele admitiu já ter sido alvo de racismo em clubes como Vasco e Flamengo, onde foi treinador nos últimos anos.

"Tem preconceito contra negro. O que eu vivi até agora é que dá pra perceber: fazendo uma comparação, em determinados momentos o que existe em relação à tolerância... Ela é menor em alguns momentos. Por exemplo, em um momento de crise, de crítica, (as críticas) são diferentes", argumentou.

"Senti isso no Vasco. Não é a torcida do Vasco. São alguns. Você percebe na maneira de eles se dirigirem, algo acima do normal, a agressividade é maior. O banco de reservas do Vasco era atrás da social. E no Flamengo tive dificuldade não com torcida, mas com um colunista, tanto é que os colegas de imprensa até ficavam surpresos, porque era uma coisa muito constante e diferente do que já aconteceu com outros. Então acho que tem sim um pouco de preconceito", lembrou o atual treinador do Corinthians.

No mês passado, em meio à contratação de Cristóvão como substituto de Tite no Corinthians, o Meu Timão publicou uma reportagem mostrando que o novo treinador era o primeiro negro a assumir o comando técnico do clube do Parque São Jorge em 24 anos.

"Infelizmente, mesmo sendo o clube da democracia, o Corinthians ainda não conseguiu refletir isso na participação de negros. A questão de um técnico negro, assim como dirigente ou presidente, é o empoderamento. Isso é um exemplo que as crianças vão ver e vão saber que na realidade nada impede de elas chegarem aos lugares mais altos que elas sonham", disse, na época, Marcelo Carvalho, diretor executivo do Observatório da Discriminação Racial no Futebol.

"Treinador negro é raridade", sintetizou Cristóvão Borges.

Veja Mais:

  • Rodriguinho foi um dos destaques do duelo na Arena; arbitragem bastante questionável

    Juiz 'esquece' pênaltis, Corinthians para na retranca do Vitória e perde a primeira no Brasileirão

    ver detalhes
  • Jô teve atuação discreta na derrota para Vitória

    Cássio é eleito destaque de derrota do Corinthians; quarteto ofensivo destoa

    ver detalhes
  • Arena Corinthians recebeu 42.075 pagantes nesta tarde de sábado

    Fiel canta na Arena após primeira derrota do Corinthians no Brasileirão

    ver detalhes
  • Balbuena está fora do confronto de quarta-feira

    Balbuena leva terceiro amarelo, e Corinthians enfrentará Chape com zaga de jovens da base

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes