Cristóvão Borges indica meia do Atlético-PR para diretoria do Corinthians

Cristóvão Borges indica meia do Atlético-PR para diretoria do Corinthians

Por Meu Timão

Nikão tem 23 anos e é tido como uma uma joia a ser lapidada

Nikão tem 23 anos e é tido como uma uma joia a ser lapidada

Foto: Divulgação/Atlético-PR

O Corinthians estuda a contratação do meia Nikão, do Atlético-PR. A possibilidade de contratar o jogador partiu de uma indicação do técnico Cristóvão Borges, que treinou a equipe rubro-negra no primeiro semestre desta temporada. A informação é do portal Espn.

Um ponto importante a ser destacado é que Nikão, de 23 anos, já disputou sete jogos na atual edição do Campeonato Brasileiro. Ou seja, o jogador não pode defender outra equipe, conforme consta no regulamento da CBF. Assim, a contratação do meia é estudada para o início de 2017.

Nikão, na visão de Cristóvão, é uma espécie de joia a ser lapidada. Apesar da pouca idade, já passou por clubes como Vitória, Bahia, Ponte Preta, América-MG e Ceará, além do Atlético-MG, onde foi revelado. Ele tem passagem também pela base do Santos e do Palmeiras.

A comissão técnica do Corinthians entende ser necessário buscar um meia de armação. Nikão pode desempenhar essa função. O jogador do Atlético-PR, aliás, também faz as vias de centroavante se necessário, o que resolve uma outra pendência do atual elenco alvinegro.

Veja Mais:

  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos, à direita, deve retornar ao time; Léo Jabá é dúvida

    Corinthians terá ao menos uma mudança na escalação para encarar Palmeiras

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade assumiu presidência do Corinthians em fev/2015 e segue até fev/2018

    Conselheiros barram votação do impeachment, e Roberto de Andrade segue presidente do Timão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes