Ginásio do Parque São Jorge é interditado, e Corinthians deve jogar final do futsal com portões fechados

Ginásio do Parque São Jorge é interditado, e Corinthians deve jogar final do futsal com portões fechados

Por Meu Timão

Ginásio do Corinthians deve ficar vazio ao menos nas próximas duas partidas

Ginásio do Corinthians deve ficar vazio ao menos nas próximas duas partidas

Foto: Divulgação

O Corinthians sofreu um importante golpe nesta semana. Isso porque o ginásio do Parque São Jorge foi interditado pela Justiça de São Paulo, a pedido da Prefeitura, por irregularidades.

A primeira consequência da interdição é a obrigação de a equipe de futsal jogar por tempo indeterminado com portões fechados. Nesta quinta-feira, contra o Metropolitano, o time sub-20 disputa a final da categoria. Na sexta, a equipe principal entra em quadra contra o Assoeva para tentar se manter na parte de cima da tabela da Liga Nacional.

A proibição tem como origem uma série de adequações exigidas pelo Ministério Públicas e supostamente ignoradas pelo Corinthians. A maioria de tais exigências gira em torno da acessibilidade do ginásio.

Após pedido da Prefeitura, o Corinthians teria descumprido determinações como: nivelação do chão, rotas com vão mínimo, instalação de corrimão e piso tátil de alerta, entre outros.

O Corinthians tenta recorrer à decisão na Justiça, mas dificilmente conseguirá uma reviravolta no caso ainda nesta semana.

Veja Mais:

  • Pablo é jogador do Corinthians até 31 de dezembro de 2017

    Pablo assina com Corinthians e é sétima contratação do clube para 2017

    ver detalhes
  • Corinthians e Batatais se enfrentam nesta quarta-feira, às 16h

    FPF divulga informações de ingressos da final da Copinha para que não é FT; confira valores

    ver detalhes
  • Corinthians enfrentará o Batatais na decisão da Copinha

    FPF mantém final e define adversário do Corinthians na decisão da Copinha

    ver detalhes
  • Retorno de Jadson é visto como bem possível no Parque São Jorge

    Corinthians quer definir Jadson até terça-feira; segue otimismo por Didier Drogba

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes