Empréstimo de atacante uruguaio causa imbróglio milionário entre Corinthians e Náutico na Justiça

Empréstimo de atacante uruguaio causa imbróglio milionário entre Corinthians e Náutico na Justiça

Por Meu Timão

Acosta defendeu o Corinthians em 2008

Acosta defendeu o Corinthians em 2008

Foto: Daniel Augusto Jr.

O Corinthians enfrenta uma delicada situação na Justiça. Sete anos após emprestar o atacante uruguaio Acosta ao Náutico, o Timão não consegue reaver a quantia que foi acordada na época do negócio.

De acordo com o site da ESPN, o Corinthians entrou com um processo contra o Náutico para que o clube pernambucano pague R$ 1,5 milhão. Embargos movidos pela agremiação alvirrubra, no entanto, indicam problemática situação financeira e impossibilidade de pagar o Timão.

De acordo com os documentos que correm na Justiça, o Náutico apontou "despesas mensais altíssimas e indispensáveiis, tais como parcelamentos fiscais, conta de energia e água, folha de pessoal e outros". O clube ainda pede gratuidade de Justiça por "precárias condições financeiras".

Atualmente na Série B, o Náutico argumenta que o valor pedido atualmente pelo Corinthians é muito superior aos R$ 300 mil acordados na época. Em meio a juros moratórios, atualização monetária e outros pormenores, o Timão cobra R$ 1.498.619,88.

"A causa tem valor extremamente elevado para as atuais condições financeiras do Náutico, valor este extremamente superior quando elvado em consideração a dívida inicial, no importe de R$ 300 mil", alega o Náutico.

Acosta, hoje com 39 anos, defende o Botafogo do Distrito Federal. Após grande passagem pelo Náutico em 2007, foi contratado pelo Corinthians em 2008 para a disputa da Série B. Ele não rendeu o esperado com a camisa alvinegra e acabou retornando por empréstimo ao time pernambucano.

Veja Mais:

  • Rodriguinho enfrenta o Patriotas na Colômbia; fora Gabriel, Carille promove quatro novidades

    Em treino na Colômbia, Carille define escalação do Corinthians para jogo da Sul-Americana

    ver detalhes
  • Cássio ergue taça de campeão paulista 2017; jogador está perto de atingir 300 jogos

    Perto dos 300 jogos, Cássio elege Corinthians de 2017 o melhor grupo do qual fez parte

    ver detalhes
  • Da arquibancada para o campo: estádio de adversário do Corinthians não tem alambrado; veja vídeo

    Da arquibancada para o campo: estádio de adversário do Corinthians não tem alambrado; veja vídeo

    ver detalhes
  • Romarinho foi protagonista da final da Libertadores há cinco anos

    Viraliza na web versão de gol do Romarinho narrado por Galvão Bueno; assista

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes