Balbuena valoriza 'defesa de 11 jogadores' e vê disputa pela liderança nivelada

2.3 mil visualizações 24 comentários

Titular após venda de Felipe, Balbuena enalteceu força coletiva do Corinthians

Titular após venda de Felipe, Balbuena enalteceu força coletiva do Corinthians

Vinícius Souza/Meu Timão

Mesmo com a transferência de Felipe para o Porto (POR) e as recentes lesões de Vilson e Yago, o Corinthians manteve a marca de melhor defesa da Série A do Brasileirão. Para Fabián Balbuena, que também chegou a desfalcar a equipe antes de Tite e agora de Cristóvão Borges por conta da Copa América Centenário, o sólido desempenho defensivo do Timão tem relação não apenas aos beques, mas com todas as peças do quebra-cabeça alvinegro.

“Isso se deve à equipe. Sem a bola todo mundo é defensor, a marcação começa lá na frente com os atacantes e meias. Todo o grupo trabalha muito, sabemos como nos dedicamos e encaramos os treinos no dia a dia. Isso se deve ao grupo, não só os 11 que jogam, mas a todo o elenco”, opinou Balbuena em entrevista coletiva nesta quarta-feira à tarde, no CT Joaquim Grava.

Em 13 jogos disputados pela edição 2016 do Campeonato Brasileiro, o atual campeão sofreu dez gols. A efeito de comparação, a Chapecoense, adversária do time alvinegro neste sábado, foi vazada em 23 oportunidades, ficando com o posto de pior defesa do torneio nacional.

Entre outros assuntos – como a volta de Alexandre Pato ao Corinthians –, o paraguaio de 24 anos comemorou a semana livre de compromissos oficiais. Está é a primeira vez que o técnico Cristóvão Borges, oficializado no comando técnico do Timão no último dia 20, tem período superior a três dias para pôr em prática sua ideologia de trabalho.

“Temos que trabalhar tudo. Quando temos jogos seguidos às vezes esquecemos algumas coisas, então é preciso fazer um reforço geral. Acredito também que o treinador vai incorporar questões táticas para a equipe ter um melhor rendimento. Desde que ele chegou não teve um tempo maior para trabalhar. Agora vamos pensar no jogo de sábado, espero que todo mundo esteja pronto”, disse o beque, que analisou a disputa pelas primeiras colocações do Brasileirão.

“Tem muitos rivais, a maioria está perto, estamos todos juntos lá em cima. Isso fala muito da competitividade do torneio. Ninguém está tirando a vantagem de ninguém, todos estão em nível ótimo. Queremos manter isso e crescer. Nos últimos jogos tivemos erros, estamos trabalhando para corrigir e melhorar ainda mais”, concluiu.

Vice-líder com 25 pontos, o Corinthians iniciou a preparação para enfrentar a Chapecoense na quarta-feira. Sob os olhos de Cristóvão, jogadores titulares e reservas realizaram treinos de posse de bola, finalização e disputa “um contra um”. Confira o que rolou aqui.

Veja Mais:

  • Corinthians perde para Palmeiras por 1 a 0, no Allianz Parque, e não conquista tetracampeonato do Paulistão

    Jô marca no último lance, mas Corinthians é superado nas penalidades e perde título do Paulistão

    ver detalhes
  • Jô comemora com Everaldo seu gol no duelo com o Palmeiras, pela final do Paulistão

    Fiel distribui notas baixas, mas 'poupa' Cássio e Jô após revés do Corinthians; reserva beira o zero

    ver detalhes
  • Cássio volta a salvar Corinthians com boas defesas durante Dérbi

    Torcida do Corinthians exalta Cássio e Jô, mas lamenta pênaltis desperdiçados; veja repercussão

    ver detalhes
  • Tiago Nunes explicou as escolhas por Michel, Avelar, Cantillo, Sidcley e Jô na cobranças de pênaltis

    Tiago Nunes justifica escolha por batedores na decisão por pênaltis e exalta maturidade dos atletas

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez não demora para se pronunciar após vice-campeonato do Corinthians

    Andrés Sanchez parabeniza Corinthians por entrega na final e diz que 'temporada ainda não acabou'

    ver detalhes
  • Corinthians estreia no Brasileirão na próxima quarta-feira

    O que você espera do Corinthians no Campeonato Brasileiro? Vote em enquete do Meu Timão!

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: