Corinthians vence em Chapecó e conquista a quarta vitória consecutiva

Corinthians Corinthians 2 x 0 Chapecoense Chapecoense

Brasileirão 2016

Corinthians vence em Chapecó e conquista a quarta vitória consecutiva

Por Meu Timão

Corinthians manteve tabu e venceu novamente a Chapecoense

Corinthians manteve tabu e venceu novamente a Chapecoense

Foto: Reprodução

O Corinthians foi à Arena Condá na tarde deste sábado, onde enfrentou a Chapecoense. Na vice-liderança do Campeonato Brasileiro, o Timão precisava da vitória como visitante para empatar com o rival Palmeiras na ponta da tabela.

Ao seu favor, a equipe comandada por Cristóvão tinha a invencibilidade histórica - desde 2014, ano em que o clube catarinense subiu para a elite do futebol brasileiro, o Corinthians segue sem sofrer nenhuma derrota do time de Chapecó.

Para o jogo, o treinador corinthiano conseguiu manter a mesma equipe que goleou o Flamengo. Embora Rodriguinho fosse dúvida para a partida, o volante foi liberado pouco antes do início do jogo e entrou em campo fazendo dupla com o capitão Bruno Henrique.

Repetindo a escalação, o Corinthians repetiu também o esquema tático e entrou em campo no 4-2-3-1, formado por: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Fabián Balbuena e Uendel; Bruno Henrique e Rodriguinho; Ángel Romero, Giovanni Augusto e Marquinhos Gabriel; Luciano.

Primeiro tempo

O primeiro tempo do jogo não empolgou muito os torcedores das duas equipes. Embora não se apresentasse mal, o Corinthians chegou pouco ao gol da Chapecoense. A posse de bola foi equilibrada entre as duas equipes e ambos os goleiros não tiveram muito trabalho.

O meio-campo corinthiano até funcionava, mas faltava a finalização. As melhores chances só foram criadas nos minutos finais da etapa, por Luciano. Na primeira, o atacante chutou de fora da área para defesa de Marcelo Boek; na segunda oportunidade, Giovanni Augusto recebeu uma enfiada de bola e rolou para trás para Luciano que bateu torto, direto para fora.

A primeira parte da partida ainda ficou marcada pela lesão de Pedro Henrique, aos 23 minutos. O zagueiro, com lesão muscular detectada, foi substituído por Yago. Além da paralisação para a substituição, a presença de uma faixa contra a CBF fez o árbitro Ricardo Marques Ribeiro interromper a partida.

Com o placar em 0 a 0, o primeiro tempo terminou aos 50 minutos de jogo.

Segundo tempo

A segunda etapa começou com o Corinthians mais ofensivo, que logo abriu o placar com um gol marcado pelo zagueiro Balbuena aos 2 minutos. A arbitragem anulou de forma equivocada o gol - assinalando um impedimento do paraguaio, que estava em posição legal.

Na imagem, Balbuena em posição legal no momento do passe

O Timão, porém, superou o erro da arbitragem e aos 14 minutos desempatou a partida. Rodriguinho, que chegou a ser dúvida para a partida em Chapecó, marcou um bonito gol após receber a bola na entrada da área, limpar o zagueiro e bater para o gol de Marcelo Boek. Foi o primeiro gol do jogador nesta temporada.

Após o lance, a segunda alteração do Corinthians aconteceu com a entrada de Danilo no lugar de Luciano. Aos 25 minutos, a terceira e última mudança fechou as escolhas de Cristóvão, com a opção de Guilherme no lugar de Giovanni Augusto.

Imediatamente após sua entrada, Guilherme teve grande chance de ampliar o placar. Em lance de escanteio, o camisa 10 corinthiano recebeu o desvio de Balbuena, após uma cobrança de Marquinhos Gabriel, e bateu direto para o gol da Chapecoense. A bola ficou em uma bonita defesa do goleiro adversário.

Na sequência do lance, o jogo teve nova paralisação: a torcida corinthiana acendeu sinalizadores em Chapecó e o árbitro pediu auxílio da Polícia Militar para apagar os artefatos. O tempo parado também postergou em 7 minutos o fim da partida.

Antes do fim do jogo, porém, o Timão ainda conseguiu ampliar o placar. Desta vez chegando com Marquinhos Gabriel, que recebeu bonito passe de Fagner para marcar o segundo gol corinthiano.

Com o resultado, o Corinthians agora tem o mesmo número de pontos que o Palmeiras. Embora atrás no número de gols, o torcedor corinthiano terá ainda mais motivos para torcer para um tropeço do rival no clássico contra o Santos, na terça-feira à noite.

O próximo jogo do Corinthians, contra o São Paulo, acontece no dia 17. Assim, o Timão terá oito dias para se preparar para o clássico.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida entre Corinthians e Chapecoense

  • 1000 caracteres restantes