Nova premiação da Copa Sul-Americana supera pagamento da CBF aos clubes na Copa do Brasil

Nova premiação da Copa Sul-Americana supera pagamento da CBF aos clubes na Copa do Brasil

Por Meu Timão

Tricampeão, Timão venceu a Copa do Brasil pela última vez em 2009

Tricampeão, Timão venceu a Copa do Brasil pela última vez em 2009

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

CBF e Conmebol, um tanto quanto indiretamente, criaram um conflito de interesse envolvendo Copa do Brasil e Copa Sul-Americana. Isso porque a nova premiação (válida a partir deste ano) aos clubes que disputam a competição sul-americana pode ultrapassar o valor pago às equipes no maior torneio mata-mata do Brasil. O aumento do prêmio foi uma reivindicação da CBF e de outras entidades aderida pela Conmebol.

Conforme publicado pelo jornal Lance! e já reproduzido pelo Meu Timão, a Conmbebol aumentou a premiação para clubes que disputam a Sul-Americana. O valor total a ser repassado às agremiações é de R$ 103,9 milhões. Para os times brasileiros, que entram no torneio a partir da segunda fase, o valor máximo de premiação (em caso de título) é de R$ 12 milhões.

Tal valor é maior do que qualquer clube pode conseguir na Copa do Brasil. Imaginando que uma equipe que inicie o torneio nacional na primeira fase chegue à final e conquiste o título, sua premiação seria de R$ 10,7 milhões.

No caso do Corinthians, que já disputou a Libertadores na atual temporada e portanto só entra na Copa do Brasil na fase oitavas de final, o valor máximo a ser recebido pela CBF em caso de título é de R$ 9 milhões, fora a bilheteria.

Vale ainda lembrar que Copa do Brasil e Copa Sul-Americana, a partir da fase oitavas de final da competição nacional, tornam-se incompatíveis em termos de calendário. Assim, caso um clube siga vivo em ambos os torneios, terá de escolher um dos dois para continuar disputando e outro para abandonar.

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes