Cristóvão chegou ao Corinthians fã da Democracia e deixou o clube 'enrolado' por Vicente Matheus

Cristóvão chegou ao Corinthians fã da Democracia e deixou o clube 'enrolado' por Vicente Matheus

Por Meu Timão

Cristóvão Borges jogou no Corinthians na década de 80

Cristóvão Borges jogou no Corinthians na década de 80

Foto: Reprodução/Twitter

A relação do hoje técnico Cristóvão Borges com o Corinthians vai muito além destas primeiras semanas de trabalho à frente da equipe alvinegra. Entre 1986 e 1987, o então volante se destacou como jogador ofensivo e de toque de bola refinado com a camisa do Timão. Mas nem só de assistências e gols viveu o baiano no Parque São Jorge.

Em levantamento publicado pelo Globoesporte.com nesta sexta-feira, foi revelado uma série de curiosidades acerca da vida de Cristóvão, que está prestes a completar um mês no comando da comissão técnica do Corinthians. Algumas das informações dizem respeito a sua passagem pelo Timão como jogador, na década de 80.

Tido, ao menos na época, como um cidadão com tendência política de esquerda, ele chegou ao Corinthians encantado com o movimento Democracia Corinthiana que havia ganhado o Parque São Jorge no início da década. Não é de estranhar, portanto, que ele rapidamente tenha se aproximado de Casagrande nos bastidores da equipe.

O sonho de jogar pelo "democrático" Corinthians, no entanto, não durou muito. E tudo por conta de um presidente nem um pouco "democrático"; Vicente Matheus.

No sétimo de seus oito mandatos como presidente do Corinthians, Vicente Matheus "enrolou" Cristóvão na negociação de sua renovação contratual. O volante fazia exigências que, na opinião do cartola, não eram praticáveis. Ao invés de se negar a fazer negócio, contudo, o mandatário engatou sete reuniões com o volante, mostrando-se irredutível em todos os encontros.

No fim, Cristóvão desistiu de negociar com Vicente Matheus e se acertou com o Grêmio, onde se destacou nos três anos seguintes.

Veja Mais:

  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes
  • Luidy (boné) conheceu o CT Joaquim Grava na última quinta-feira

    Contratação do Corinthians vai ao CT pela primeira vez

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes