Danilo nega aposentadoria em 2016 e não descarta deixar o Corinthians

Danilo nega aposentadoria em 2016 e não descarta deixar o Corinthians

Por Meu Timão

Danilo afirmou que vai continuar jogando em 2017

Danilo afirmou que vai continuar jogando em 2017

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Titular neste domingo contra o São Paulo, o meia Danilo está chegando na fase final do seu contrato com o Corinthians. O jogador só tem vínculo até dezembro deste ano e voltou a descartar a possibilidade de uma aposentadoria ao fim desta temporada. Segundo o meia, ele ainda joga mais um ano, no Timão ou não.

"Eu quero jogar mais. Não quero parar ainda. Se não for aqui, vai ser em outro clube. Ainda não tem nada (de conversa para renovar o contrato), mas deve começar a partir de agora, porque futebol é assim. Estamos em julho e meu contrato vai até dezembro", afirmou Danilo, em entrevista à Rádio Globo no final da partida deste domingo.

Ainda sem se pronunciar oficialmente sobre uma proposta de renovação, um dos planos do Corinthians é transformá-lo em um dirigente do clube, assim como foi feito com Alessandro, que se aposentou em 2013 e hoje é gerente de futebol do Timão.

Danilo, porém, foi direto e afirmou que ainda não deseja parar de jogar futebol: "Não, eu quero jogar mais".

O meia corinthiano também se pronunciou acerca do resultado do jogo deste domingo, apontando um erro que, segundo ele, pode ter levado o Timão a não sair da Arena com os três pontos contra o São Paulo.

"O excesso de erro de passes atrapalhou. A nossa equipe cria mais, tem mais posse de bola. Faltou isso. A gente que sempre joga mais. Mas do outro lado tem jogadores de qualidade e eles foram melhores no segundo tempo", finalizou.

Veja Mais:

  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes