Técnico do Corinthians liga queda de Giovanni Augusto a problemas físicos

Técnico do Corinthians liga queda de Giovanni Augusto a problemas físicos

Por Meu Timão

Giovanni Augusto tem atuado como armador central do time

Giovanni Augusto tem atuado como armador central do time

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Se o próprio Giovanni Augusto reconheceu que não está jogando bem, Cristóvão Borges não viu motivos para discordar. O técnico do Corinthians também apontou uma queda de rendimento do meia, mas não atribuiu a piora à sua nova função como armador central, e sim a problemas físicos.

“Isso aconteceu, mas não por causa do posicionamento. Foi nessa posição que ele fez um grande campeonato pelo Atlético-MG. Na semana passada, por exemplo, ele quase não treinou. A questão dele é ritmo, sequência”, afirmou.

“Ele teve uma contusão mais séria no tornozelo e outros problemas. Enquanto não estiver no auge da forma, ele vai encontrar dificuldades. Os jogos são difíceis, disputados. Não estando no auge da forma, fica complicado”, acrescentou o treinador.

Mesmo sem o melhor preparo, Giovanni Augusto foi novamente escalado para a partida de sábado, contra o Figueirense, em Itaquera. Seu concorrente, no momento, é o impaciente Guilherme, que ficará contrariado no banco de reservas em mais uma jornada.

A partir da rodada seguinte, a concorrência poderá aumentar. Se Alexandre Pato estiver à disposição, Cristóvão buscará alternativas táticas para encaixá-lo. “Vou mexer assim que possível no posicionamento. Já treinamos algumas coisas e podemos dar uma variada.”

Veja Mais:

  • Corinthians volta a jogar nesta segunda pela Liga Nacional

    Corinthians encara 'reforçado' Sorocaba na primeira final da Liga Nacional

    ver detalhes
  • Pelada registrada no Amapá, onde Caio presenciou o tradicional 'futilama'

    Do Amapá à Antártida: torcedor do Corinthians, fotógrafo percorre o mundo em busca de peladas

    ver detalhes
  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes