Pato foi o 17º funcionário do futebol a deixar o Corinthians desde o fim de 2015

Pato foi o 17º funcionário do futebol a deixar o Corinthians desde o fim de 2015

Por Meu Timão

Gil, Ralf e Jadson trocaram o Corinthians pelo futebol chinês na virada do ano

Gil, Ralf e Jadson trocaram o Corinthians pelo futebol chinês na virada do ano

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Os responsáveis pela área de recursos humanos do Corinthians estão trabalhando muito. Quando o departamento parece ter algum sossego, novo procedimento precisa ser iniciado para a saída de um trabalhador, fluxo constante iniciado em dezembro do ano passado.

O último a sair foi Alexandre Pato, negociado com o Villarreal nesta semana, para alegria de boa parte dos torcedores. Ele foi o 17º profissional do futebol a deixar de maneira definitiva o clube desde o triunfo no Campeonato Brasileiro de 2015.

Com dez nomes, a lista dos atletas que partiram quase forma um time. Pouco após a conquista do hexa, Gil, Edu Dracena, Ralf, Jadson, Renato Augusto, Malcom e Vagner Love tomaram seus rumos. Edílson, Felipe e Pato foram embora mais recentemente.

A comissão técnica também teve várias baixas. Chamado para comandar a Seleção Brasileira, o técnico Tite levou consigo os auxiliares Cleber Xavier e Matheus Bacchi. O preparador físico Fábio Mahseredjian e o dirigente Edu Gaspar também o acompanharam.

Some-se a todos esses nomes o de Bruno Mazziotti, fisioterapeuta que foi trabalhar na China no início do ano, e aumenta a lista dos que se foram desde o hexa. Ela chega a 17 pessoas com Fábio Barrozo, gerente da base que se desligou do clube em meio a escândalo administrativo.

Aqueles que foram emprestados não estão nessa relação dos que saíram. São vários os atletas cedidos a outros times – Maycon, hoje defendendo a Ponte Preta, é o caso mais recente –, mas eles ainda estão ligados ao clube do Parque São Jorge.

Veja Mais:

  • Marquinhos Gabriel é aposta do Corinthians para triunfar em território hostil. Vale a aposta?

    Contra o Racing, Corinthians decide classificação às quartas da Sul-Americana

    ver detalhes
  • Fachada do estádio, no alto, com imagens de ídolos e os anos de glórias

    Estádio do rival do Corinthians cultua e respeita a história de quem fez história pelo clube

    ver detalhes
  • Carille conduziu trabalho do Timão no estádio Presidente Perón

    Carille explica mudanças no Corinthians e pede 'jogo inteligente' por vaga

    ver detalhes
  • Jô falou com a imprensa nesta terça-feira já na Argentina

    Jô admite toque no braço, nega trapaça e abre o jogo sobre polêmica no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes