Cássio defende atacantes e divide responsabilidade por gols no Corinthians

Cássio defende atacantes e divide responsabilidade por gols no Corinthians

Em entrevista coletiva, Cássio falou da fase ruim dos centroavantes do Corinthians

Em entrevista coletiva, Cássio falou da fase ruim dos centroavantes do Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Um dos atletas há mais tempo no Corinthians, o goleiro Cássio tratou de transmitir confiança à torcida alvinegra e aos próprios jogadores do setor em relação ao ataque do time no Brasileirão. Ciente das necessidades da equipe, atualmente na vice-liderança da Série A, o camisa 12 falou com naturalidade a respeito das cobranças em cima do baixo rendimento ofensivo.

“Acredito que temos atacantes muito competentes. Se cobra, se cobra, ano passado se falava muito do Vagner Love, era muito criticado. Nos momentos decisivos, ele decidiu. Temos atacantes experientes, o André que fez muitos gols em outras equipes, o Luciano que, quando necessário, foi muito bem, o Isaac, que sempre foi artilheiro onde passou, na Copinha...”, afirmou Cássio.

Oficializado no comando técnico do Timão no dia 20 de junho, Cristóvão Borges tem aproveitado o período de semanas cheias – sem jogos às quartas-feiras – para promover testes na equipe considerada titular. Isso porque o treinador identificou que o Corinthians de Tite, hoje na Seleção Brasileira, era forte defensivamente, mas necessitava de maior peso ofensivo.

Questionado sobre as atuações aquém de André e Luciano, principais jogadores de referência do plantel e em baixa na temporada, Cássio é sincero. “Ano passado tiveram muitos artilheiros. Não posso colocar a cobrança só no centroavante, outros jogadores podem fazer gols. Acho que o mais difícil pra fazer o gol sou eu (risos). Tanto na parte defensiva quanto ofensiva, todos têm responsabilidade, temos que dividir essa cobrança porque somos um grupo”.

Embora o atual campeão brasileiro seja dono do segundo melhor ataque da edição 2016 – tem os mesmos 26 gols pró que o Grêmio –, a maioria da torcida corinthiana entende que a direção do clube tem de correr atrás de reforços, sobretudo após a venda definitiva de Alexandre Pato ao Villarreal, da Espanha. Para Cássio, porém, o grupo de atletas é capaz de alçar voos maiores.

“Acredito que sim, confiamos nos jogadores que temos em todas as posições. Temos jogadores que são reservas e titulares, temos um elenco muito qualificado. Confiamos onde podemos chegar”, acrescentou o goleiro, que deu até a receita para dar fim à sequência de dois empates consecutivos no Brasileirão.

“De repente é ter um pouco mais de atenção, não tomar gols, segurar o máximo possível, mas são coisas do jogo. Vamos tentar melhorar pra não tomar gol que estaremos mais perto da vitória”, completou.

Segundo colocado da competição nacional, o Corinthians se prepara para enfrentar o Internacional, domingo, às 16h (de Brasília), no estádio Beira-Rio, pela 17ª rodada. A equipe de Cristóvão treinou na tarde desta quinta no CT Joaquim Grava, e o comandante ensaiou duas novidades no time considerado titular.

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes