Corinthians deve fechar exclusividade com produtora de game de futebol

Corinthians deve fechar exclusividade com produtora de game de futebol

Por Meu Timão

Quando Corinthians esteve no Fifa pela última vez, Guerrero ainda fazia gols contra o Flamengo

Quando Corinthians esteve no Fifa pela última vez, Guerrero ainda fazia gols contra o Flamengo

Foto: Divulgação

O Corinthians deverá ficar fora do Fifa 17, a exemplo do que ocorreu nas duas edições anteriores do jogo da EA Sports. Mais uma vez, a opção feita pelo departamento de marketing foi acertar um contrato de exclusividade com a Konami, responsável pelo concorrente PES.

De acordo com o site especializado Premier Division FC, o clube do Parque São Jorge se mostrou satisfeito com a parceria vigente e já encerrou qualquer possibilidade de voltar ao Fifa. Havia essa hipóetese ao menos até o início do mês.

Assim, o PES 2017, com lançamento previsto para setembro, terá os jogadores e uniformes oficiais do Corinthians. O estádio de Itaquera também faz parte do game, que acertou ainda um contrato de exclusividade com o Barcelona.

Nas negociações com o Fifa, a direção alvinegra não gostou dos valores que ouviu. Os números de 2017 não foram divulgados, mas, na versão 2016, a EA ofereceu apenas R$ 30 mil para ter o time. Pela exclusividade no PES, a Konami pagou R$ 500 mil.

Veja Mais:

  • Torcedores do Corinthians tiveram prisão preventiva convertida em medidas cautelares

    Justiça do Rio concede liberdade a torcedores do Corinthians

    ver detalhes
  • Pablo está liberado para defender o Corinthians

    Pablo passa por exames, inicia treinos no CT do Corinthians e aguarda volta do elenco

    ver detalhes
  • Jô voltou em boa forma física e iniciou como titular nos treinos

    Jô volta das férias em boa forma física, e deixa ótima impressão nos treinos do Corinthians

    ver detalhes
  • Jadson vestiu a camisa 10 do Corinthians durante o hexa brasileiro

    Com proposta do Corinthians em mãos, Jadson anuncia retorno ao Brasil

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes