Yago admite cobrança por desempenho e vê obstáculos como combustível pelo título

Yago admite cobrança por desempenho e vê obstáculos como combustível pelo título

Presente no triunfo em Porto Alegre, Yago concedeu entrevista coletiva nesta segunda-feira

Presente no triunfo em Porto Alegre, Yago concedeu entrevista coletiva nesta segunda-feira

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

As cobranças em cima do futebol apresentado pelo Corinthians em 2016 não partem somente dos torcedores ou da imprensa especializada. Os próprios jogadores estavam incomodados com a performance da equipe alvinegra no Campeonato Brasileiro, sobretudo nos jogos realizados longe de Itaquera.

“É algo que estamos sempre cobrando. Cobramos de nós mesmos jogarmos fora de casa da mesma forma que jogamos dentro, de impor nosso ritmo”, afirmou Yago, titular na vitória por 1 a 0 sobre o Internacional no Beira-Rio, na tarde de domingo, pela 17ª rodada da competição. “Ficamos felizes não apenas pelo resultado, mas também pelo nosso desempenho. Jogamos bem à vontade ontem, como se estivéssemos em casa”, acrescentou.

A contar pelas dificuldades atravessadas pelo clube na temporada – debandada de jogadores, troca no comando técnico, queda no Paulistão e na Copa Libertadores da América –, a campanha do Timão é vista por muitos como “surpreendente”, mas não para Yago. De acordo com o zagueiro, os obstáculos têm servido de combustível para o time na Série A.

“Isso é Corinthians. Temos consciência disso. Perda de jogador, mudança de treinador, mudança tática... E estamos sempre ali brigando em cima. Isso tem a ver com a cobrança, que nos impulsiona. Às vezes faz mal, mas aqui no Corinthians tem nos ajudado a chegar à liderança”, explicou o defensor, reconhecendo até que a plasticidade do Corinthians de 2015 não está presente no de agora.

“Não estamos jogando bonito esse ano, mas estamos na liderança. Se permanecer assim, está excelente. É complicado, porque ano passado era bonito de se ver, e a cobrança da torcida aumenta para nós que permanecemos nesse ano”, completou.

Atual campeão brasileiro, o clube paulista é o líder com 33 pontos, um a mais que os rivais Santos e Palmeiras. De volta a São Paulo nesta segunda-feira, a equipe de Cristóvão se reapresentou ao CT Joaquim Grava e iniciou os trabalhos de preparação para encarar o Atlético-PR, quarta, às 21h45 (de Brasília), na Arena da Baixada.

Veja Mais:

  • Drogba no Corinthians: decisão sai nesta sexta

    [Marco Bello] Drogba no Corinthians: decisão sai nesta sexta

    ver detalhes
  • Kazim deve ter primeira chance como titular no Corinthians

    Carille põe Kazim titular e faz mais duas mudanças; veja provável escalação contra São Paulo

    ver detalhes
  • Arena Corinthians foi palco de semifinal da Copinha em 2016

    FPF nega semifinal na Arena, libera Paulista em Jundiaí e volta a irritar diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Kazim marcou um dos gols da vitória do Timão na Florida Cup

    Corinthians conhece adversário de final da Florida Cup 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes