Derrotado pelo lanterna, técnico rival reclama da arbitragem e cita Corinthians

Derrotado pelo lanterna, técnico rival reclama da arbitragem e cita Corinthians

Por Meu Timão

Dorival Júnior disparou contra arbitragem em derrota do Santos

Dorival Júnior disparou contra arbitragem em derrota do Santos

Foto: Divulgação/Santos Futebol Clube

O técnico Dorival Júnior, do Santos, citou o Corinthians ao explicar a derrota de sua equipe para o América-MG, último colocado do Campeonato Brasileiro, neste domingo. Em entrevista coletiva, o treinador lamentou o revés por 1 a 0 e apontou a expulsão de seu goleiro, Vanderlei, como fundamental para o tropeço na Arena Independência.

De acordo com Dorival, o lance que rendeu cartão vermelho ao arqueiro do time da baixada santista foi semelhante ao do goleiro Cássio no empate em 1 a 1 com o Figueirense, no último dia 23, na Arena Corinthians. O camisa 12 do Timão, porém, foi apenas advertido com cartão amarelo.

“Expulsão mudou o panorama da partida. O América-MG foi feliz e aproveitou a oportunidade. Na hora, fui perguntar qual jogada está correta: a do Cássio ou a do Vanderlei? Perguntei para o bandeira e ele me disse que o Vanderlei colocou a mão na bola fora da área. Então vamos procurar a mão da bola do Vanderlei”, disparou Júnior, que viu Vanderlei dar um carrinho no atacante do América-MG fora da área.

O lance a que Dorival se refere ocorreu aos 32min do segundo tempo. O atacante Dodô recebeu livre no campo de ataque e se mandou para o campo de ataque em direção a Cássio. Atento à jogada, o goleiro saiu da área e cometeu falta no jogador do Figueirense, que solicitou a expulsão imediata do atleta alvinegro ao baiano Marielson Alves Silva, árbitro da partida.

Antes de dar fim à declaração, o técnico santista disse que foi informado de que o juiz de Corinthians x Figueirense tomou a atitude acertada ao não tirar o camisa 12 de campo. “Recebi a orientação que o cartão amarelo do Cássio foi correto. Não era para expulsão, mas isto precisa ficar claro”, concluiu.

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes