Após gritos de 'burro', Cristóvão evita atrito e 'absolve' postura da torcida

Após gritos de 'burro', Cristóvão evita atrito e 'absolve' postura da torcida

Cristóvão Borges falou sobre vaias direcionadas a ele pelo tropeço no Pacaembu

Cristóvão Borges falou sobre vaias direcionadas a ele pelo tropeço no Pacaembu

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Cristóvão Borges viu como normal a postura da torcida do Corinthians após o empate em 1 a 1 da equipe com o Cruzeiro, na noite desta segunda-feira, no Pacaembu. Cuidadoso ao colocar as palavras em sua entrevista coletiva, o treinador disse entender as vaias e os xingamentos de “burro” entoados por parte dos 33 mil presentes no estádio a ele.

“Acho que, quando não se ganha, é questionado sempre dessa forma. O que está acontecendo é coisa normal, eu falei quando cheguei aqui, estava esperando que isso acontecesse. Independe da situação, que entrar ou quem sair, é sempre esse comportamento e vai ser sempre assim”, explicou Cristóvão, que chamou a responsabilidade e valorizou o nível parelho dos times da Série A.

“Vamos continuar brigando na ponta, temos condição para isso. E quando o resultado não vem, deve ser mais fácil direcionar (ao técnico), pela cultura”, acrescentou.

Cristóvão foi vaiado por parte da Fiel por sacar Ángel Romero para a entrada de Marlone no segundo tempo. Poucos segundos depois, foi chamado de burro. “Era uma substituição difícil de fazer. Uma dificuldade de aceitação, mas acho normal. Estamos brigando como todos os times que estão na ponta, ninguém está jogando nada de maravilhoso, alternando jogos regulares e irregulares. Os jogos são duros, são assim”.

Questionado se a postura de reprovação da torcida teria ocorrido por conta da saída de Romero da equipe, e não em razão da substituição de André, dono de nova atuação discreta, Cristóvão foi sincero. “Tenho absoluta certeza que, se colocasse Marlone no lugar de outro (jogador), seria do mesmo jeito. Tenho certeza que qualquer que fosse a substituição, a atitude (da torcida) seria a mesma”, finalizou.

Com gol de Giovanni Augusto, o Corinthians empatou em 1 a 1 com o Cruzeiro e perdeu a oportunidade de conquistar o quarto turno consecutivo. O Timão agora se prepara para viajar a Porto Alegre, onde enfrenta o Grêmio no próximo domingo, às 11h, pela 20ª rodada do Brasileirão.

Veja Mais:

  • Tite, Carille e Cássio durante treino no CT Joaquim Grava

    Tite rasga elogios a Fábio Carille e fala da possibilidade de Cássio voltar à Seleção

    ver detalhes
  • Jornal O Globo, do Rio de Janeiro, tenta decifrar o Corinthians de Fábio Carille

    Jornal carioca faz 'manual para os antis' e tenta ensinar como vencer o Corinthians no Brasileirão

    ver detalhes
  • Corinthians na Sul-Americana é destaque da Globo

    TV Globo deixa rivais de canto e transmite jogo do Corinthians na Copa Sul-Americana

    ver detalhes
  • Cássio ergue taça de campeão paulista 2017; jogador está perto de atingir 300 jogos

    Perto dos 300 jogos, Cássio elege Corinthians de 2017 o melhor grupo do qual fez parte

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes