Vaias, tropeços em casa, Elias... Giovanni Augusto analisa momento do Corinthians

Vaias, tropeços em casa, Elias... Giovanni Augusto analisa momento do Corinthians

Giovanni Augusto concedeu entrevista coletiva nesta terça-feira-data da reapresentação do Corinthians

Giovanni Augusto concedeu entrevista coletiva nesta terça-feira-data da reapresentação do Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Autor do gol que garantiu o empate com o Cruzeiro, Giovanni Augusto conversou com os jornalistas na tarde desta terça-feira, no CT Joaquim Grava, para explicar a irregularidade do Corinthians no Brasileirão. O camisa 17, contratado no início da temporada, abriu o jogo e defendeu o volante Elias, que criticou parte da torcida alvinegra pelas vaias e pelos xingamentos direcionados ao técnico Cristóvão Borges.

Para o armador, aliás, o futebol moderno está chato e necessita de uma mudança às pressas. “Acho que sim, concordo, hoje futebol está muito cheio de ‘mimimi’. Algumas pessoas só gostam de criticar e quando recebem a crítica se sentem ofendidas, então acho que muitas das vezes nós jogadores temos de ter o direito de colocar nossa opinião, acho que temos que parar com esse ‘mimimi’, procurar nos ajudar, porque só assim as coisas começam a melhorar”, afirmou Giovanni Augusto.

Foi de Giovanni Augusto o único gol do Corinthians sobre o Cruzeiro na noite de segunda-feira, no Pacaembu, pela 19ª rodada do Brasileirão. Embora o tento tenha saído logo no primeiro minuto de duelo, a equipe de Cristóvão Borges cedeu o empate e foi bastante vaiada pelos mais de 33 mil presentes no estádio. Após o apito final, Elias, um dos líderes do atual plantel, criticou a postura de “alguns” corinthianos, comparando-os até com torcedores do São Paulo.

“Acho que falta um pouquinho mais de paciência, nossa equipe ainda está em fase de construção, mudou muita coisa do ano passado para esse, estamos conseguindo fazer um bom ano. De nossa parte temos de ter a tranquilidade de chamar o torcedor para o nosso lado. Temos de fazer sempre o melhor para ter o torcedor do nosso lado”, explicou o meia-atacante, que também saiu em defesa do comandante alvinegro.

“É um cara que tem a nossa confiança, ele sempre dá o melhor pra nós, temos um carinho muito grande por ele. Nossa equipe está muito focada. Contamos com o apoio do torcedor, porque sem eles a nossa equipe com certeza sente falta. Mas a gente tem que se fechar cada vez mais porque só assim vamos alcançar nossos objetivos”, concluiu.

O Corinthians volta a treinar nesta quarta-feira pela manhã, a princípio com os portões do CT Joaquim Grava abertos à imprensa. O técnico Cristóvão Borges deverá iniciar a preparação do time para a partida diante do Grêmio, no próximo domingo, às 11h (de Brasília), em Porto Alegre, pela primeira rodada do segundo turno da Série A.

Veja Mais:

  • Jô, pivô de polêmica nesta semana, está confirmado ante os argentinos

    Em treino na Argentina, Carille 'dribla' falta de energia e ensaia Corinthians com três mudanças

    ver detalhes
  • Carille conduziu trabalho do Timão no estádio Presidente Perón

    Carille explica mudanças no Corinthians e pede 'jogo inteligente' por vaga

    ver detalhes
  • Jô falou com a imprensa nesta terça-feira já na Argentina

    Jô admite toque no braço, nega trapaça e abre o jogo sobre polêmica no Corinthians

    ver detalhes
  • Apresentadora Renata Fan fez analogia infeliz com polêmica envolvendo Jô

    Renata Fan compara Jô a 'ladrão' e revolta torcida do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes