Destaque do Coritiba, meia já foi reprovado em teste como goleiro no Corinthians

Destaque do Coritiba, meia já foi reprovado em teste como goleiro no Corinthians

Por Meu Timão

Raphael Veiga chegou a ser aprovado como jogador no Timão, mas acabou dispensado

Raphael Veiga chegou a ser aprovado como jogador no Timão, mas acabou dispensado

Foto: Divulgação/Coritiba

O meia Raphael Veiga, de 21 anos, atualmente destaque do Coritiba nas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro, já tentou ser goleiro no início de sua carreira e acabou reprovado em um teste nas categorias de base do Corinthians. Pouco tempo depois, realizou a avaliação como jogador de linha e conseguiu ser aprovado no clube, porém foi dispensado pelo Timão devido às suas características físicas.

"Eu era muito fã do Marcos na Copa do Mundo de 2002. Era um goleirão. Nas brincadeiras com meus amigos gostava de me jogar no chão e gritava o nome dele. Um dia meu pai conseguiu um teste para mim no Parque São Jorge. Fui lá, mas não tinha nenhuma técnica, só brincava mesmo. Só que achei que era suficiente. Meu pai comprou uma luva de futsal cortada nos dedos para fazer teste no campo. Fui lá para brincar, sem pretensão de um dia virar profissional nem nada", disse em entrevista ao portal da ESPN.

Sem sucesso como defensor da meta, Raphael não desistiu do esporte e retornou ao Corinthians para a realização de um novo teste, desta vez, como jogador, conforme recordou. "Eu não sei o que os caras pensaram quando me viram lá de novo. Como assim um dia ele quer ser goleiro e no outro jogador? Eu jogava na linha também, tinha certa habilidade, e passei depois de uma semana. Fui registrado no Corinthians e logo no primeiro jogo fiz um gol", acrescentou.

Companheiro de Caique França, um dos goleiros do atual elenco corinthiano e do ex-zagueiro Marquinhos, que defende as cores do PSG e da Seleção Brasileira, Raphael Veiga foi aprovado no teste realizado no Parque São Jorge, entretanto, foi dispensado meses depois a partir de suas características físicas.

"Os moleques só me chamavam de goleiro para lá, goleiro para cá (risos). Era engraçado. Depois de dois anos fui dispensado por ser baixinho e sem força", completou.

Fora dos planos do Corinthians, Raphael ainda defendeu as cores de clubes amadores da região do ABC até passar em um teste no São Paulo, onde também acabou dispensado. Depois da trajetória no rival, o jogador ainda defendeu as cores da Portuguesa e do Osasco Audax (antigo Pão de Açúcar), até ser contratado pelo Coritiba.

Em cinco partidas disputadas pelo clube paranaense no Campeonato Brasileiro até o momento, o meia de 1,76m de altura, possui um gol marcado e também apresenta significativa parcela no setor ofensivo através de suas assistências.

Veja Mais:

  • Índio deu a vitória ao Corinthians/UNIP

    Com gol no fim, Corinthians vira para cima do Sorocaba e se aproxima do título nacional

    ver detalhes
  • Oswaldo comandou atividades desta segunda-feira

    Oswaldo esboça Corinthians para duelo com Cruzeiro; veja provável escalação

    ver detalhes
  • Oya é um dos destaques do Timão na disputa no Sul do Brasil

    Timão joga bem, mas não impede segunda derrota na Copa Internacional Sub-20

    ver detalhes
  • Dispensado do Corinthians, Willians se pronuncia em rede social

    Dispensado do Corinthians, Willians se pronuncia em rede social

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes