Corinthians se blinda para estancar má fase e inicia preparação para retorno à Arena

Corinthians se blinda para estancar má fase e inicia preparação para retorno à Arena

Cristóvão tem uma semana para corrigir erros e dar fim à má fase do Corinthians; retorno à Arena é combustível

Cristóvão tem uma semana para corrigir erros e dar fim à má fase do Corinthians; retorno à Arena é combustível

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A ordem no Corinthians é vencer. Sem celebrar qualquer triunfo desde o último dia 31, quando bateu o Internacional no Beira-Rio, por 1 a 0, Cristóvão Borges e seus comandados se reapresentam ao Timão nesta terça-feira à tarde com o intuito de “virar a página”. Em outras palavras, superar o Vitória, primeiro adversário da equipe alvinegra na volta à Arena Corinthians.

Cedido aos Jogos Olímpicos Rio 2016, o estádio em Itaquera é grande aliado do Corinthians que tenta estancar a má fase no Campeonato Brasileiro. Lá, o time do Parque São Jorge venceu 30 vezes, empatou dez e perdeu apenas duas, aproveitamento de pontos próximo da casa dos 80%. Embora venha de dois empates consecutivos na Zona Leste de São Paulo, com São Paulo e Figueirense – o 1 a 1 diante do Cruzeiro foi disputado no Pacaembu –, o Timão tem a seu favor o fato de ser o melhor mandante em um só estádio na era dos pontos corridos.

A tarefa, no entanto, está longe de ser simples. O Vitória foi o primeiro a derrotar o Corinthians na edição 2016 da Série A, no dia 22 de maio, no Barradão, pelo placar de 3 a 2. Os laterais Uendel e Fagner marcaram pelo lado preto e branco, mas os donos da casa foram eficientes e somaram os três pontos após Leandro Domingues, Marinho e Kieza balançarem a rede.

Eficiência, aliás, é substantivo em falta na gramática corinthiana. Contra o Grêmio no domingo, a formação de Cristóvão Borges finalizou 22 vezes à meta de Marcelo Grohe, dez a mais que o oponente gaúcho. A falta de pontaria dos atacantes, inclusive, foi o mote da entrevista coletiva do treinador após o amargo revés por 3 a 0 em Porto Alegre.

“Fica ruim, tem que aproveitar oportunidade. Assim como algumas rodadas atrás, hoje (domingo) poderíamos ir para a liderança. Ninguém conseguiu disparar ainda, mas essas partidas sem vencer aumentam a cobrança. Ela existia e vai continuar. Quando ganharmos, as coisas voltam para o lugar”, explicou Cristóvão.

Como ganhou folga na segunda-feira, o plantel do Corinthians faz o primeiro treinamento em preparação para o confronto com os baianos às 15h30 (de Brasília) desta terça-feira, no CT Joaquim Grava, um dia depois de torcedores protestarem no Parque São Jorge contra a diretoria do clube e até Elias e André. Que venha o (a) Vitória!

Veja Mais:

  • Rodriguinho enfrenta o Patriotas na Colômbia; fora Gabriel, Carille promove quatro novidades

    Em treino na Colômbia, Carille define escalação do Corinthians para jogo da Sul-Americana

    ver detalhes
  • Cássio ergue taça de campeão paulista 2017; jogador está perto de atingir 300 jogos

    Perto dos 300 jogos, Cássio elege Corinthians de 2017 o melhor grupo do qual fez parte

    ver detalhes
  • Da arquibancada para o campo: estádio de adversário do Corinthians não tem alambrado; veja vídeo

    Da arquibancada para o campo: estádio de adversário do Corinthians não tem alambrado; veja vídeo

    ver detalhes
  • Romarinho foi protagonista da final da Libertadores há cinco anos

    Viraliza na web versão de gol do Romarinho narrado por Galvão Bueno; assista

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes